The Christian Post > Opiniões|Seg, 22 Abr. 2013 17:29 PM EST

6 milhões de evangélicos saíram dos templos religiosos nos últimos 6 anos

PorÁdryan Krysnamurt | Especial para o CP

Segundo o IBGE e a matéria publicada na revista Isto É, em seis anos, de 2003 a 2009, seis milhões de evangélicos deixaram de ter vínculo com ‘igreja’, saindo do sistema religioso, e na maioria dos casos, substituindo o templo-centrismo para o cristocentrismo em suas casas (como fazia a Igreja de Cristo, registrado em todo o Novo Testamento, exemplos: Atos 28:30 e 31, e, Colossenses 4:15, entre outras dezenas de passagens). Bom, se levarmos em consideração a progressão acima, hoje, em 2013, teremos por volta de 10 milhões de evangélicos, que já não fazem parte desse sistema eclesiástico protestante de convenções, de escândalos de extremo sectarismo, e claro: do casamento maculado entre religião e política, ou da aliança da Rede Globo e os evangélicos.

Me parece ser uma tendência o despertar em movimentos e projetos, como o primeiro da internet/Hangout, segundo o Wikipédia, denominado de ‘Eu quero Uma Igreja’, ou o ‘Caminho da Graça’ de Caio Fábio, e o ‘Show tem que parar’ do irmão Paulo, entre tantos outros. As pessoas estão indignadas, e sendo chamadas a serem igrejas (Ef 2:22 e 23), a serem templos do Espírito Santo (1ª Co 3:16), e participarem como membros, da única e verdadeira Igreja (João 17), e esta por sua vez, tem como cabeça o único Pastor (João 10), e único e verdadeiro Templo (João 2:21), praticando a única e verdadeira religião (Tiago 1:27). No programa Eu quero Uma Resposta, eu tive o imenso prazer de receber o irmão Paulo do ‘Voltemos ao Evangelho Puro e simples’, que é colunista também aqui do CP, para um linda entrevista; aliás, mais do que isso, uma unidade, parceria entre os projetos numa mesma ótica espiritual, naquilo que é essencial para o evangelho verdadeiro, e juntos protestarmos contra esse atual sistema corrupto evangélico; e quando escrevo assim, me dirijo a ‘nata’ que comanda, manipula e que impõe o legalismo sobre o povo (Colossenses 2:20 ao 23). Você pode ver a entrevista neste link: Eu quero Uma Resposta 21h com irmão Paulo do Show tem que parar!

Cabem aqui algumas considerações que o IBGE não nomenclaturou corretamente, digamos assim. Primeiro, eles denominam estes evangélicos de ‘os sem igreja’, ou ‘sem vínculo com igreja’, e ainda, ‘protestantes não praticantes’; ora, caros leitores, nós somos a Igreja, chamada para fora, e não para ficar presa em templos, montes ou paredes (João 10:4); Igreja esta, que é a verdadeira Casa de Deus (Hb 3:6); e, cá entre nós, para quem frequenta núcleos, cultos domésticos, nos lares, a ‘Igreja de Cristo em casa’, (como o projeto Eu quero Uma Igreja tem, núcleos e reuniões espalhadas pelo mundo a fora), sabe que nestas reuniões, há liberdade em Cristo, onde todos podem falar, todos aprendem e todos são consolados (1ª Co 14:31); nestes encontros, há o conhecer do verdadeiro Deus, com o véu rasgado nas suas vidas (2ª Co 3:13 ao 17), que outrora era costurado pelo sistema religioso protestante, católico ou qualquer outra teia religiosa. Com relação a expressão ‘não praticantes’, diferentemente dos católicos não praticantes, que no geral não frequentam as missas e atividades da ICAR, os ‘evangélicos não praticantes’ são os que mais colocam em prática as Escrituras, por estarem em busca da verdade pura, não dizendo ‘amém’ ao sistema de todas as coisas deste mundo (2ª Co 4:4 e Ap 18:4).

São aqueles que, como em Atos 4, 5, 6, 7 em diante, eram perseguidos pelos religiosos furiosos, por não compactuarem com o sistema da época. Hoje é a mesma história, estes santarrões que Jesus bem descreveu em Mateus 23, taxam e julgam estes 10 milhões de evangélicos desistematizados, de ‘desviados’, de ‘ladrões’ por não darem o dízimo, e de ‘rebeldes’ por não estarem lotando as plateias e naves dos mega templos religiosos.

Quem sabe, não vai chegar uma hora (se é que já não chegou?), em que os verdadeiros cristãos, não terão mais como compactuar, como estarem coniventes dentro desta ‘cadeia gospel’. Encerro imitando nosso Salvador em João 4: “Deus não habita lá, nem aqui; nem lá está certo, nem aqui, a hora vem, e já chegou, que os verdadeiros adoradores adorarão em espírito e em verdade; ora, espírito é espírito, não tem carne, não tem ossos, não tem madeira, alvenaria; é invisível é em qualquer lugar, a qualquer hora, com todo coração.

Curta-nos no Facebook

Ádryan Krysnamurt Edin da Luz é o líder do ministério Eu quero uma igreja, um movimento que propõe uma nova Reforma Protestante, acesse euqueroumaigreja.com
  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca