The Christian Post > Opiniões|Sab, 10 Set. 2011 14:11 PM EST

A Bíblia e o Desenvolvimento Cultural

PorVilson Scholz | Colunista Convidado do The Christian Post

A Sociedade Bíblica do Brasil define a sua missão nos seguintes termos: “Promover, sem fins lucrativos, a difusão da Bíblia e sua mensagem como instrumento de transformação espiritual, de fortalecimento dos valores éticos e morais e de incentivo ao desenvolvimento humano, nos aspectos espiritual, educacional, cultural e social, em âmbito nacional." Dito de outra maneira, interessa-nos difundir a Bíblia e a sua mensagem, porque a mensagem bíblica é instrumento de transformação. Ela traz transformação espiritual. “Se alguém está em Cristo, é nova criatura” (2Co 5.17). Além disto, a mensagem da Bíblia fortalece valores éticos e morais. Mas ela também incentiva o desenvolvimento humano, nos aspectos educacional, cultural e social. Esta parte final é algo que nem sempre é lembrado: difundir a Bíblia é também uma maneira de incentivar o desenvolvimento cultural e social de um povo.

  • Vilson Scholz

Faço este destaque em função de um comentário escrito por Maílson da Nóbrega, economista, que já foi ministro de Estado aqui no Brasil. Nesse comentário, escrito há algum tempo, Maílson da Nóbrega comentava o fato de Hugo Chávez, o presidente da Venezuela, ter dado de presente a Barack Obama, o presidente dos Estados Unidos, um exemplar do livro “As Veias Abertas da América Latina”. Este livro foi escrito pelo pensador uruguaio Eduardo Galeano, em 1971, e continua sendo muito popular. Em resumo, defende a ideia de que o atraso relativo da América Latina, que é onde nós nos encontramos, é fruto da exploração de suas riquezas pelos colonizadores espanhóis e portugueses, que foram seguidos, mais recentemente, pelos Estados Unidos. Em outras palavras, somos pobres porque os ricos nos exploram. É uma resposta fácil, do tipo: “podemos ficar tranquilos: a culpa não é nossa”.

Maílson da Nóbrega não concorda com essa teoria e chama o livro de Galeano de “bíblia do idiota”. Passa, então, a mostrar que existem estudos mais sérios, que explicam por que a América Latina perdeu para os Estados Unidos e o Canadá o lugar de região mais rica das Américas. Cita, entre outras coisas, o respeito aos direitos de propriedade e aos contratos na América do Norte. Além disso, aqui entre nós a cultura e as instituições dos espanhóis e portugueses eram pouco favoráveis ao desenvolvimento do capitalismo. A certa altura, Maílson da Nóbrega chega ao ponto que, ao menos para mim, é o mais interessante. Diz ele: “A América do Norte recebeu imigrantes artesãos e pequenos agricultores. Formou-se uma ampla classe média. A renda era mais bem distribuída. A religião protestante fomentou a educação ao estimular a leitura da Bíblia sem a intermediação de sacerdotes. A educação primária foi universalizada no século XIX. Em 1800, os EUA possuíam a população mais alfabetizada do mundo.”

Quero sublinhar aquela parte que diz: “A religião protestante fomentou a educação ao estimular a leitura da Bíblia”. Só consegue ler a Bíblia quem é alfabetizado. E quantas não são as pessoas que, já adultas, trataram de buscar a alfabetização com a finalidade específica de poderem ler a Bíblia! Assim, difundir a Bíblia é uma forma de incentivar também o desenvolvimento cultural de um povo.

O brasileiro lê pouco, mas o livro que ele mais lê é a Bíblia. Então, a leitura da Bíblia é uma forma de firmar nas pessoas o hábito da leitura. Dito de forma bem simples: a gente também aprende português, lendo a Bíblia. Esta não é a finalidade maior ou principal da Bíblia. Mas é algo que ela também promove. Incentivar a leitura não é a missão primordial da Sociedade Bíblica do Brasil. Mas não é um propósito estranho à missão dela. Quando alguém, numa esquina, num ponto de ônibus ou na saída do metrô, entrega uma seleção bíblica, está, num primeiro momento, fazendo um convite a que se leia o que ali está escrito. E ler faz bem. Ler a Bíblia, então, é muito melhor.

Curta-nos no Facebook

Vilson Scholz tem doutorado na área de Novo Testamento e é consultor de Tradução da Sociedade Bíblica do Brasil. Acesse a página www.sbb.org.br.
  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca