The Christian Post > Mundo|Seg, 7 Jun. 2010 22:10 PM EST

Diálogos no Canadá sobre a Homossexualidade

PorLillian Kwon | Christian Post Reporter tradutor Rodrigo L. Albuquerque

Anglicanos no Canadá tem continuado um período de discernimento e conversações sobre as questões de sexualidade. E até o momento, eles tiveram concordado em respeitar uma promessa que eles fizeram anos atrás contra a ordenação de parceiros homossexuais e as bençãos da união de casais de mesmo sexo.

  • General Synod
    (Foto by Brian Bukowski/General Synod Communications)
    Membros do Sínodo Geral 2010 participam em equipe de exercícios de contrução.

O Arcebispo Fred Hiltz, primaz da Igreja Anglicana do Canadá, disse que o corpo da Igreja permanece consciente de seu relacionamento com a Comunhão Anglicana mundial e comprometida com a decisão de 2008 de praticar a retenção que dizem respeito às questões homossexuais e ao mesmo tempo exercendo “o maior nível de generosidade pastoral.”

“Nós não revisamos ou alteramos aquela decisão de nenhuma maneira,” disse ele, quando discursou aos membros do Sínodo Geral – o corpo legislativo chefe – no fim de semana.

Apesar do corpo, representando uns 800.000 Anglicanos, atualmente permanecer comprometido com a moratória dos líderes Anglicanos mundiais, dioceses na Igreja Anglicana do Canadá já permitiram a benção das uniões de casais do mesmo sexo.

Entre eles estavam a Diocese da Nova Westminster e a Diocese de Huron.

Suas ações têm deixado os Anglicanos conservativos, particularmente, aqueles na Hemisfério Sul, de luto e frustrados pela moratória não ter sido honrada.

Curta-nos no Facebook

Em abril , cerca de 130 Anglicanos de 20 províncias foram urgidos à reconsiderar suas relações com a Igreja Anglicana do Canadá bem como a Igreja Episcopal nos Estados Unidos, que ordenou sua segunda parceira homossexual mês passado.

Ao longo dos últimos anos, dúzias de paróquias têm votado para a separação da Igreja Anglicana do Canadá, citando o departamento de denominação dos valores ortodoxos Cristãos e tradição Anglicana. O corpo do Canadá, também perdeu um dos membros mais renovados, o teólogo J.I. Packer, em 2008.

O corpo do Canadá está continuando os diálogos sobre a questão controversa esta semana Hiltz tem expressado apoio em praticar “um estilo apropriado Cristão de inclusão.”

Ainda, ele tem reconhecido a diversidade de opinião e sugeriu que o Sínodo Geral não pode sair com uma resolução definitiva, mas antes, deve pedir para continuar as conversas.

Hiltz observou em seu discurso aberto na semana passada no Sínodo que a maioria dos Anglicanos no Canadá – não importa sua posição teológica sobre homossexualidade – estão comprometidos com um “diálogo respeitoso” e menos interessado em um resolução ou debate acalorado.

 "Peço a todos os membros do Sínodo para entrar nessas conversas em um espírito de humildade e um verdadeiro compromisso para ouvirmos e aprendermos uns com os outros", disse ele. "Eu sei que as nossas deliberações sobre estas matérias serão vistas por muitos no Canadá e no mundo. Espero que eles não vejam nenhuma evidência de rejeição, condenação, ou demonização, mas todas as evidências de respeito, caridade e paciência. ... Espero eles nos vejam nos esforçando para conviver com a diferença e para fazê-lo graciosamente. "

Representantes das comissões que deliberaram sobre a sexualidade humana desde 2007, informaram ao Sínodo Geral que seu trabalho tinha incluído "criar oportunidades para se afastar das questões debatidas sobre as bênçãos do mesmo sexo e envolver-se no tema mais geral da sexualidade humana."

Membros do Sínodo vão trabalhar no sentido de formar uma declaração pastoral sobre a sexualidade humana. O Sínodo Geral termina sexta-feira.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca