The Christian Post > Entretenimento|Ter, 5 Jul. 2011 16:57 PM EST

Mano Menezes Critica Ataque da Seleção Brasileira

PorHamlet Kim | Repórter do The Christian Post

Na estreia da Copa América, o Brasil de Mano Menezes, começou lento e escasso de gols, empatando por 0 a 0 contra a Venezuela.

Related Topics

Desde a Copa da áfrica, o Brasil marcou só 10 gols em nove partidas. O ataque composto por Neymar, Robinho e Alexandre Pato, da seleção foi criticado por Mano. "Chegamos bem até a intermediária e, dali para frente, fomos lentos em determinadas horas. Jogamos muito isolados nas pontas e só com um atacante no meio", afirmou Mano.

Segundo ele, os jogos maiores são melhores para se jogar. Para Mano, a partir do momento que se compartilha a responsabilidade do jogo, “eles têm chance e você tem chance”. “Hoje (domingo), foi uma equipe ofensiva contra outra defensiva”, disse Mano Menezes.

Mano Menezes, depois do inesperado resultado, falou em mexer nos titulares para testar novidades. “Se os treinamentos mostrarem que precisamos mudar, podemos trocar uma peça para tentar que seja diferente”, disse ele.

O treinador escalaria possivelmente apenas dois atacantes e reforçaria o setor de criação no meio de campo. Os candidatos para a vaga seriam Elano e Lucas.

"Se fizermos alterações, serão poucas. Você sabe que tem de seguir uma linha de trabalho. Não posso chegar e mudar tudo em função de um empate", afirmou Mano.

Curta-nos no Facebook

Contra a seleção do Paraguai, Mano espera ter mais dificuldade, visto que é uma seleção com mais experiência internacional e sairá mais ao ataque. "Quando os grandes começam a se enfrentar, correm mais riscos", disse.

O Brasil volta a treinar a partir desta segunda-feira. A seleção deve fechar a primeira fase jogando contra o Equador.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca