The Christian Post > Cristianismo|Seg, 10 Fev. 2014 04:34 AM EST

Ator que virou evangélico processa revista por divulgar fita de sexo com sua primeira esposa

O artista está pedinfo 1 milhão de dólares em função de "mentira sensacionalista"

PorLuciano Portela | Repórter do The Christian Post

O ator Leon Isaac Kennedy, que se converteu a Cristo, entrou com um processo contra a revista afro-americana Ebony, pedindo 1 milhão de dólares por conta de uma "mentira sensacionalista" com suposto vazamento de vídeo exibindo relações sexuais junto de sua primeira esposa, a modelo Jayne Kennedy Overton.

  • Leon Isaac Kennedy
    (Foto: Reprodução/Facebook)
    Leon Isaac Kennedy, ator de Hollywood convertido como evangélico

De acordo com as informações da justiça norte-americana, Leon entrou com a ação contra a Johnson Publishing Company, editora responsável pela publicação, em função de prejuízos que têm obtido, graças ao cancelamento de eventos com seu trabalho no ministério evangélico, a partir do momento em que a reportagem da Ebony é descoberta.

Quando se divorciou amigavelmente de Jayne, em 1981, Leon Isaac Kennedy falou abertamente da separação para a revista, que por sua vez utilizou a história como pano de fundo de uma edição de fevereiro de 2013, para divulgar o vazamento da fita de vídeo.

A edição acusada pelo ator convertido trouxe inúmeras histórias "escandalosas" de figuras públicas afro-americanas, relatando situações de "processos judiciais, assuntos secretos, divórcios chocantes e dependência química", tudo para atrair público de forma desmedida.

Com uma queda no rendimento do setor de publicações impressas, o processo relata que a revista "foi motivada por um desejo de aumentar suas receitas, divulgando histórias falsas e sensacionalistas de escândalos de celebridades", conforme divulgado.

No texto da matéria sobre Kennedy, a revista determina que o ator teria sido a pessoa responsável pelo vazamento da fita. Entretanto, seus argumentos de defesa revelam que a fita foi tomada por um terceiro na década de 1990, sem o "conhecimento, consentimento ou participação" de Kennedy.

Curta-nos no Facebook

Por fim, a revista ainda é denunciada por distorcer o fato dos dois terem divorciado de maneira amigável, com a possibilidade de Leon ter agido violentamente contra Jayne durante o rompimento, fato negado pelos dois, que alegam ter permanecido amigos ao longo dos últimos anos.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca