The Christian Post > Entretenimento|Qua, 23 Jun. 2010 16:19 PM EST

Autores Restauram um Jesus Cristo Destronado

PorLillian Kwon | Christian Post Reporter tradutor Amanda Gigliotti

O que é Cristianismo? “é Cristo. Nada mais, Nada menos,” disseram dois autores populares.

Ainda os Cristãos têm feito do evangelho tudo menos Cristo, lamentam Frank Viola e Leonardo Sweet.

“A triste verdade é que o Jesus que é pregado hoje, muitas vezes, é muito superficial, tão pequeno, e tão descativante que inúmeros crentes ficam fascinados com inúmeras outras coisas,” escreveram os autores em seu mais novo livro lançado, Jesus Manifesto: Restoring the Supremacy and Sovereignty of Jesus Christ.

Os Cristãos têm destronado Jesus de seu legítimo lugar, dizem eles.

Viola e Sweet carregaram as cargas e se preocuparam com o lugar que Jesus Cristo estava tendo no Cristianismo como um todo. Então em 2009, eles escreveram um ensaio de 2.400 palavras e o intitualaram “A Carta Magna” e sub-entitularam “Um Manifesto de Jesus” (A Jesus Manifesto).

“Nós estamos muito interessados nas pessoas que conhecem o seu Senhor, são apaixonados por Ele, e aprendem como viver em Sua vida interior,” Viola, um plantador de Igreja e autor de best-selling, disse ao The Christian Post em um e-mail. “A maneira de ser um verdadeiro discípulo é conhecer a Jesus, amar Jesus, e aprender como seguí-Lo pelo habitar do Espírito aqui e agora. Isso não é WWJD. Isso não sou eu, mas Cristo em mim’ (modo presente).”

Curta-nos no Facebook

Muitos Cristãos afirmam os ensinamentos ortodoxos da Pessoa de Jesus, reconheceu Viola. Mas eles são facilmente distraídos com “coisas” – mesmo coisas boas e religiosas que estão relacionados ao Senhor – e perdem ao Senhor.

“Como A.W. Tozer uma vez colocou isso, ‘você pode ser reto como o cano de um pistola teologicamente e tão vazio espiritualmente," ressaltou Viola.

Dito de outra maneira, uma coisa é repetir como papagaio a doutrina sobre Jesus, e outra coisa bem diferente é ter "uma revelação transcedental de Cristo," disse Viola. E é isso que muitos Cristãos não possuem.

"Quando alguém realmente vê que Cristo é TUDO (como JC Ryle colocou) em um nível de coração, isso muda tudo ... até mesmo o nosso vocabulário."

A grandeza de Jesus, a beleza e o esplendor são desconhecidos por muitos Cristãos, escrevem os autores no livro. Podem corretamente descrever Jesus como o Filho de Deus, ou o salvador do mundo, mas poucos poderiam descrevê-lo de uma forma que "aprisiona e prende" os seus corações.

"Para nossas mentes, não há uma razão por que um Cristão não seria absolutamente ocupado e consumido com Cristo," afirmam os autores. "Os olhos dessas pessoas não foram abertos para ver sua grandeza."

Para Viola, a jornada de ver sua grandeza começou em abril de 1992, quando alguém apresentou-o a Cristo de uma maneira que nunca tinha visto ou ouvido.

"Ele me destruiu e me deixou com fome e sede de conhecê-lo," lembrou. "Ele tem sido minha principal busca desde então."

E ele está esperando que mais Cristãos irão juntar-se à busca e conhecimento de um Cristo tão grandioso e glorioso que confunde a mente.

"Uma das coisas que o nosso livro destina a fazer é criar fome e sede de Jesus - um desejo real de conhecê-lo que não é gerada a partir de culpa, dever ou obrigação, mas de um avistamento de Sua glória," disse.

Viola e Sweet, que ocupam a cadeira de Evangelismo na Universidade de Drew em Nova Jersey, desafiam pastores a revelar a Cristo e apresentá-lo em toda a Sua plenitude como fez o apóstolo Paulo ao pregar aos Cristãos Colossenses que se distraíram de Jesus.

As Escrituras dizem, estão completamente ocupados com Cristo e, portanto, quem não apresentar a Cristo quando ministram "não só perdem uma nota, como também tocam a música errada."

"A tragédia do nosso tempo é que inúmeros pregadores, professores, mesmo os curandeiros dão dezenas de sermões, palestras e mensagens, relegando Jesus para pouco mais que uma nota de rodapé ou o colocam como flores para outro tema. Na melhor das hipóteses, ele recebe menção honrosa," lamentam eles.

E se eles não estão anunciando "o Cristo maravilhoso," eles vão se contentar com algo muito menor e serão tentados a motivar o povo de Deus com coisas menores como princípios, regras, deveres religiosos, vergonha, medo e culpa.

Mas os autores garantem aos pregadores, "não existe nada melhor do que Cristo."

"Nós nunca poderemos esgotá-lo," sublinham. "Cristo é tão grande que nenhum grupo de pesquisa no Universo pode explorar nem sequer um pouquinho das suas profundidades infinitas. E mais, Ele nunca vai envelhecer ou tornar-se obsoleto. Jesus Cristo é a única coisa no universo de Deus que não se desgasta."

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca