The Christian Post > Política|Seg, 28 Jun. 2010 17:12 PM EST

Avanço de Domínio ‘.XXX’, Críticas Duvidam de Limpador de Web

PorJennifer Riley | Repórter do Christian Post tradutor Amanda Gigliotti

Depois da rejeição à aplicação do domínio “.xxx” três vezes no passado, a Corporação de Internet para os Nomes e Números Designados (ICANN) decidiu, sexta-feira, permitir que a pornografia tenha o seu próprio domínio de nível superior.

Os sites de pornografia terão a opção de sair do .com para o domínio .xxx até o começo de 2011, ou antes, de acordo com o Registro ICM, o grupo que propôs o domínio .xxx.

Apesar de argumentos terem sido feitos, de que a criação de um domínio, especificamente, para a pornografia pode ajudar a limpar a Web, críticas têm dúvidas de se haverá efeitos positivos. Mudar para o domínio .xxx é voluntário, os críticos apontam, o que significa que os sites .com não terão pornô gratuito.

E algumas companhias podem agora manter ambos os endereços de domínios .com e .xxx.

“Mesmo se sites de pornografia suaves como Playboy ou Penthouse escolherem converter seu domínio primário para XXX, cada um iria ainda possuir o dot-Com e dot-Net equivalentes e redirecioná-los para o domínio dot-XXX para assegurar que seus usuários alcançam o seu site, não importa que visualizador de web ele/ela entre,” explicou Craig Gross, fundador da XXXChurch.com.

O domínio .xxx seria uma grande idéia se fosse mandatório modificar todos os sites pornôs para isso, notou Gross.

Curta-nos no Facebook

“Não é o caso, no entanto,” escreveu ele no site XXXChurch.com. “Agora, o que irá acontecer é só mais pornô.”

A moralidade na Mídia, o qual foi fundada para combater a obscenidade na mídia, veio com uma conclusão similar.

O presidente do grupo, Robert Peters, disse que o domínio .xxx não irá ser bem sucedido em proteger crianças de exposição de pornografia online hardcore, porque em primeiro lugar é um sistema voluntário. A manutenção de sites dentro de ambos o domínio é vantajoso para a indústria de pornografia comercial.

Peter também salientou que muitos provedores de pornografia se opõem ao domínio .xxx, porque eles temem o regulamento do governo e estão preocupados em ter o seus site, facilmente, bloqueados por pais, empregados e governos.

“O que o mundo precisa, agora, é não um refúgio seguro e rentável para a indústria da pornografia, mas antes, um esforço concertado para o esforço de proteger as crianças, famílias e comunidades de pornografia,” disse Peters.

O Registro ICM disse que já tem 110.000 pré-reservas para o domínio .xxx e espera que o número cresça com a aprovação formal do ICANN de sua aplicação.

O ICANN rejeitou propostas similares à criação de um domínio .xxx em 2006 e 2007. Em 2000, o domínio .xxx estava entre aqueles rejeitados pelo ICANN da longa lista submetida pelo ICM.

Os sites .xxx não irão viver até o ICANN conduzir um estudo “investigativo” dos negócios do ICM e planos operacionais para o domínio.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca