The Christian Post > Política|Sex, 13 Set. 2013 10:16 AM EST

Bancada Feminina solicita moção de repúdio pelo vídeo Oh, Meu Deus do canal Porta dos Fundos

Parlamentares da Câmara consideram enquete de humor constrangedor e humilhante, afirmam que esse faz um desserviço a prevenção da saúde da mulher e citam a Lei Maria da Penha

PorMaria Carolina Caiafa | Correspondente do The Christian Post

A Bancada Feminina da Câmara dos Deputados, por meio das parlamentares Elcione Barbalho (PMDB-PA) e Jô Morais (PCdoB-MG), oficializou uma moção de repúdio ao canal online Porta dos Fundos pelo vídeo Oh, Meu Deus, lançado em agosto de 2013. Segundo o documento, o filme de humor retrata as mulheres de forma “humilhante e constrangedora [...] em uma rotina de tratamento ginecológico”.

  • Oh, Meu Deus
    (Foto: Reprodução/YouTube)
    O viral do canal Porta dos Fundos, Oh, Meu Deus, publicado em 19 de agosto de 2013, ultrapassou 1 milhão de acessos em menos de 24 horas.

O texto do requerimento fala da dificuldade de implantar em todo país formas preventivas da saúde da mulher, como o exame Papanicolau, importante no rápido diagnóstico do câncer no colo do útero. A consulta é “um momento delicado” segundo as deputadas e o trabalho do Porta dos Fundos é um “desserviço [...] uma negação de humor, violentando simbolicamente todas as mulheres”.

O documento da Bancada Feminina fala ainda da violência psicológica gerada pela ‘brincadeira’ online e enquadra a situação na Lei Maria da Penha, que condena qualquer conduta que cause dano emocional e diminuição da autoestima da mulher.

No enquete Oh, Meu Deus, a atriz e cantora Clarice Falcão interpreta uma mulher que vai ao ginecologista e lá descobre que tem uma imagem de Jesus Cristo nas partes íntimas. Após essa ‘descoberta’, começa uma romaria e muita oração no consultório médico.

A gravação foi considerada um “vídeo podre” pelo deputado federal e pastor Marco Feliciano (PSC/SP). Na quarta-feira (11), ele escreveu em seu Twitter: “Como cristão me senti ofendido, denunciei e fui ridicularizado. [...] Quero ver se a imprensa brasileira falará sobre isso, afinal quando fiz a denúncia fui crucificado. Quero ver fazerem isso com as deputadas”, postou ele sobre a moção de repúdio.

Já o também deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) considerou que a atitude das deputadas da Bancada Feminina foi “um enorme tiro no pé, que só vem fortalecer o discurso fundamentalista que manipula a opinião de quem não entendeu a mensagem! [...] Não se pode fazer uma leitura sobre o fato da mulher ser retratada em momento constrangedor, e sim sobre a razão do seu constrangimento! Muito menos se pode dizer que o vídeo é desrespeitoso com o credo em Jesus, pois ele critica exatamente um hábito comum."

Curta-nos no Facebook

"Hábito de alguns de santificar qualquer objeto que pareça ter sua imagem, mesmo que para isto as pessoas fiquem cegas olhando para o sol! Não podemos ler o mundo de forma tão rasa, pois é na profundidade da leitura que nós podemos, de fato, questionar o status quo. [...] É uma pena que esta falta de cuidado seja um desserviço ao próprio trabalho da bancada!”

O canal Porta dos Fundos tem mais de 5 milhões de assinantes no YouTube e continua divulgando vídeos fazendo piada de religião, como o vídeo Cura, que estreou na segunda-feira (9).

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca