The Christian Post > Cristianismo|Qui, 17 Jun. 2010 11:56 AM EST

Batistas do Sul Denunciam Derramamento de Óleo, Lei Pró-Gay, Divórcio

PorLillian Kwon | Christian Post Reporter tradutor Rodrigo L. Albuquerque

No dia de encerramento do seu encontro anual, os Batistas do Sul aprovaram resoluções denunciando aqueles responsáveis pelo derramamento massivo de óleo no golfo, opondo-se às legislações pró-gays, e lamentando o “escândalo do divórcio da Batistas do Sul.”

  • southern-baptist-convention
    (Foto: SBC / Kent Harville)
    Mais de 11.000 mensageiros da Batista do Sul votaram durante o encontro anunal da Convenção Batista do Sul no Centro de Convenções do Condado de Orange, Flórida.

“Deus designou-nos com uma dependência dos recursos naturais ao redor de nós e nos colocou no domínio da gestão e proteção destes recursos para as futuras gerações,” afirma a resolução referindo-se ao derramamento de óleo BP, o pior da história dos EUA.

“O nosso domínio dado por Deus sobre a criação não é inlimitado, como se fôssemos deuses e não criaturas, então, todas as pessoas e todas as indústrias são responsáveis por níveis mais altos, mais do que pelo lucro por si só.”

Adotado na quarta-feira, a resolução que vem com uma nova estimativa pelos cientistas e o governo, revela que o poço de petróleo da BP no Golfo do México está jorrando uma quantidade equivalente à 60.000 barris de óleo por dia. O desastre massivo foi o resultado de uma explosão em 20 de abril da sonda do Deepwater Horizon. O Presidente Obama chamou isso de o pior desastre ambiental dos Estados Unidos já enfrentado.

Juntamente com a chamada para a oração, a medida dos Batistas do Sul chama o governo “para agir com determinação e destemidamente para resolver esta crise; para fortalecer nossas defesas costeiras; para assegurar completa responsabilidade das empresas pelos danos, limpeza e restauração; para assegurar que o governo e indústria privada, não mais capturem, sem planejar as responsabilidades; e para promover futuras políticas de energia baseadas na prudência, conservação, responsabilidade, e segurança,” como relatado pelo The Washington Post.

Os Batistas do Sul são também urgidos a generosamente ajudar no processo de limpeza, somente como eles fizeram nas consequências do Furacão Katrina em 2005.

Curta-nos no Facebook

Em outra resolução, o corpo da Igreja Protestante expressou oposição em repelir a política “não pergunte, não fale” que proíbe gays e lésbicas de servirem abertamente no serviço militar.

“A Bíblia descreve o comportamento homossexual como uma causa contribuinte e uma consequência do julgamento de Deus sobre as nações e indivíduos,” afirma, de acordo com a Associated Baptist Press. “é o julgamento temperamental de muitos dos líderes militares em que normalizar a presença aberta dos homossexuais no serviço militar é incompatível com gerar, fortalecer e manter boa disciplina, coesão de unidade e prontidão de combate.”

Lamentando a difusão do divórcio na Igreja, os Batistas do Sul concordoram que eles precisam “resolver os destroços que foram deixados em nossas Igrejas Batistas do Sul pelos nossos próprios índices de divórcio e nosso silêncio sobre o mesmo” e dar-nos conta de “quão prejudicial é a aceitação da cultura do divórcio pelos Batistas do Sul para o nosso testemunho global para Cristo.”

A resolução chama nossas Igrejas a “proclamar a palavra de Deus no casamento permanente” e para ver votos de casamento” não simplesmente como símbolo de um romance de casal mas sim como um compromisso diante de Deus, até a morte de ambas as partes.”

Outras medidas adotadas quarta-feira chama os Batistas do Sul a “reacender a disciplina espiritual de adoração da família” e para reafirmar a centralidade do Evangelho.

A Convenção Batista do Sul é a maior denominação Protestante no país com 16,16 milhões de membros. O encontro anual aconteceu nos dias 15 e 16 de junho, em Orlando, Flórida.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca