The Christian Post > Cotidiano|Ter, 19 Mar. 2013 16:08 PM EST

Beira-Mar é aluno de curso à distância da Faculdade Teológica Batista do Paraná

Instituição de Ensino tem outro aluno preso em Catanduvas e foi o capelão presidiário quem apresentou o curso a Fernandinho

PorMaria Carolina Caiafa | Correspondente do The Christian Post

O famoso traficante carioca Fernandinho Beira-Mar é aluno do curso de Teologia da Faculdade Teológica Batista do Paraná. Ele faz as aulas à distância, já que é um dos detentos do presídio federal de Catanduvas, no Oeste do Paraná (PR), onde cumpre sua pena de aproximadamente 200 anos. Beira-Mar fez vestibular em fevereiro deste ano. O teste foi uma redação, baseada em uma reportagem sobre extremismos religiosos no Brasil. Ele teve duas horas para escrever cerca de 25 linhas e foi aprovado com 7,4 em dez.

  • Fernandinho Beira-Mar
    (Foto: Facebook/Fernandinho Beira-Mar)
    Fernandinho Beira-Mar acumula pena de mais de 200 anos

A novidade sobre a faculdade foi anunciada na semana passada no julgamento de Beira-Mar no 4º Tribunal do Júri do Rio de Janeiro (RJ). Além do traficante, a Faculdade Teológica Batista do Paraná tem outro estudante que é preso de Catanduvas e que já está cursando Teologia desde o ano passado.

Após o vestibular, Fernandinho recebeu as apostilas com o material didático das seis disciplinas do primeiro semestre. A cada três semanas, ele fará uma prova à distância, num dia agendado pelo presídio. Todo o processo tem acompanhamento judicial e a mensalidade do curso de aproximadamente R$ 250 é paga pela Igreja Batista do Bacacheri, que fica em Curitiba (PR). A ideia do curso surgiu num culto em Catanduvas, ministrado pelo capelão carcerário.

Todos os presos têm direito a acesso à educação conforme está previsto na Constituição Federal e na Lei de Execuções Penais.

O diretor do presídio federal de Catanduvas, Jaziel Guerreiro Martins, é mestre em Teologia pela University of Birmingham (Inglaterra) e doutor em Ciências de Religião pela Universidade Metodista de São Paulo.

Na quarta-feira (13), Fernandinho Beira-Mar foi condenado a 80 anos de prisão – pena máxima – por envolvimento nas mortes de Antônio Alexandre Vieira Nunes (conhecido como Playboy) e Edinei Thomaz Santos (conhecido como Pipico ou Velho), ex-habitantes da comunidade Beira-Mar, em Duque de Caxias (RJ).

Curta-nos no Facebook

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca