The Christian Post > Política|Sex, 16 Jul. 2010 11:39 AM EST

Biblioteca da Califórnia Criticada por 'Pintura Anti-Religiosa"

PorJennifer Riley | Repórter do Christian Post

A biblioteca pública da Califórnia causou incômodo pela exibição de pinturas "anti-religiosas" como parte de sua mostra de arte atual.

O mais polêmico dos quadros em exposição na Biblioteca Pública de Leis do Condado de Sacramento é chamado de "Valores Morais (Moral Values)" do artista-procurador Jeri Wyrick de São Francisco. A pintura retrata uma Bíblia grande com uma etiqueta dizendo: "Atenção: Pode Comprometer o Julgamento (Warning: May Impair Judgment)."

A pintura faz parte da mostra de arte da biblioteca, denominada "The Creative Merger II: Justice and Peace." Wyrick possui três quadros em exposição na mostra de arte.

No site da biblioteca para a mostra de arte, Wyrick descreve suas pinturas como "anti-religiosas." Ela disse "Valores Morais," foi inspirada pela eleição presidencial de 2004, quando George W. Bush venceu o seu segundo mandato. Ela disse que as pesquisas de saída daqueles que votaram em Bush mostram que a sua principal preocupação para com o futuro dos Estados Unidos não foi o terrorismo ou a guerra no Iraque, mas por "Valores Morais," como o casamento gay.

"Cheguei à conclusão de que deve haver algo sobre a fé religiosa que torna as pessoas estúpidas," Wyrick explicou na descrição da pintura.

Instituto Justiça Pacífica (Pacific Justice Institute) com sede em Sacramento solicita à biblioteca de lei remover a pintura e sua descrição que diz que a religião torna as pessoas estúpidas. O grupo jurídico - que se especializa em defesa da liberdade religiosa, direitos dos pais e outras liberdades civis - enviou uma carta ao Conselho da Biblioteca de Leis do Condado de Sacramento para pedir que "valores morais" seja imediatamente removido.

Curta-nos no Facebook

"é escandaloso que a nossa biblioteca pública de direito local está a promover, ativamente, pinturas anti-religiosas por um artista que chama as pessoas de fé, estupidas," disse Brad Dacus, presidente do Instituto de Justiça Pacífica, em uma indicação, quinta-feira. "Estamos exigindo que a biblioteca remova esta flagrante violação da cláusula de Estabelecimento da Constituição, que proíbe o governo patrocinar a hostilidade para com a religião."

A maioria das 63 pinturas contemporâneas em exposição na biblioteca estão à disposição do público para a compra. O preço das pinturas variam de $ 175 a $ 19.500.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca