The Christian Post > Mundo|Qui, 6 Set. 2012 18:09 PM EST

Brasil tem uma ‘grande influência’ no caso do Pastor Youcef Nadarkhani, diz diretor da BCLJ

PorAndrea Madambashi | Repórter do The Christian Post

O Brasil, considerado um dos país-chaves nas negociações com o governo iraniano para a libertação do Pastor Youcef Nadarkhani, tem trazido bons resultados para o caso, afirmou o diretor de operações do Centro Brasileiro para Lei e Justiça (BCLJ), Filipe Coelho.

  • yousef-nadarkhani
    (Foto: Cortesia da ACLJ.org)
    Pastor Youcef Nadarkhani é visto aqui na prisão em Lakan, Irã. Nadarkhani enfrenta a execução por se recusar a negar sua fé cristã.

Em entrevista ao The Christian Post, Filipe afirmou que as manifestações brasileiras ocorridas durante a Conferência da ONU sobre Desenvolvimento Sustentável, Rio +20, bem como uma carta direta ao presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad e reuniões políticas em favor da libertação de Youcef, têm sido bastante positivas.

“Não sabemos se a carta chegou ou não em suas mãos, mas sabemos que muita gente se envolveu no qual nem estava sabendo do caso após esta manifestação dos pastores. Vamos ficar sabendo agora dia 8 de setembro, pois será o dia de seu julgamento”, escreveu ele ao CP, em um email.

De acordo com Filipe, o Brasil possui boas relações com o Irã no caso, através de cosntantes reuniões entre o Embaixador do Irã no Brasil e o senador Magno Malta e o presidente do Partido Social Cristão (PSC), Pr. Everaldo Pereira.

“Eles tem reunido com o Embaixador semanalmente e com isso temos tido um bom resultado e uma grande influência no caso. Nosso Vice-Presidente Michel Temer também tem nos atendido sempre.”

O Brasil também tem contribuído para a campanha Tweet para Youcef que alcançou recentemente mais de 3 milhões de pessoas no Twitter por dia, com o intiuito de levar notícias e informações sobre o pastor cristão preso.

Curta-nos no Facebook

Segundo o Centro Americano para Lei e Justiça (ACLJ), a história do pastor está alcançando a cada dia 2.246.388 contas de Twitter na língua inglesa e 785.921 na língua portuguesa, através da BCLJ.

Filipe afirma que a campanha pode trazer consciência mundial para a situação do pastor e criar um despertar internacional para o abuso dos direitos humanos no Irã. Os resultados disso, diz ele, serão de um esforço multinacional a pressionar o Irã a cumprir suas obrigações internacionais, que inclui a de proteger o direito de uma pessoa exercer livremente a sua fé.

Filipe incentiva a todos os cristãos que apoiem aqueles que são perseguidos por sua fé.

“Sabemos que Deus promete que os perseguidos serão abençoados, mas também sabemos que em Hebreus 13:03 diz, "Lembrai-vos dos presos, como se estivésseis presos com eles, e dos maltratados, como sendo-o vós mesmos também no corpo".

Ele também convoca a todos a participarem da campanha de oração de dois dias de oração em 22 e 23 de setembro, cujas informações podem ser obtidas através do site http://48hoursforfreedom.org/.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca