The Christian Post > Política|Ter, 2 Abr. 2013 13:05 PM EST

'Brasil vive uma ditadura gay', afirma o pastor e deputado Marco Feliciano

PorTayguara Ribeiro | Correspondente do The Christian Post

O Brasil vive uma ditadura gay. Esta é a avaliação do pastor e deputado, Marco Feliciano, que também é presidente da Comissão dos Direitos Humanos da Câmara Federal.

  • deputado-federal-pastor-marco-feliciano

A declaração foi dada durante uma entrevista ao Portal Uol. Para o parlamentar, por pressão dos grupos formados por homossexuais, muitos assuntos deixam de ser debatidos, como a Aids, por exemplo. Ele também atribui a este tipo de pressão os protestos que têm sofrido.

Feliciano também acredita que não é necessária uma lei específica para coibir a homofobia. De acordo com o pastor, a constituição nacional já possui mecanismos para barrar qualquer tipo de discriminação a qualquer pessoa.

O pastor voltou a negar as acusações que sofre e disse não ser homofóbico. Marco Feliciano também negou, mais uma vez, que seja racista. Segundo ele, ao dizer que os africanos possuem uma descendência amaldiçoada, ele está apenas repetindo o que está na Bíblia.

Marco Feliciano tem sido alvo de manifestações contrárias desde que foi eleito presidente da Comissão dos Direitos Humanos. Por conta das acusações de racismo e homofóbia, em virtude de declarações publicadas por Feliciano no Twitter, parlamentares têm pressionado que ele deixe o cargo.

O deputado já deixou claro, várias vezes, que não pretende renunciar. A última polêmica em torno de seu nome ocorreu porque o pastor falou durante um culto, no último fim de semana, que pela primeira vez a Comissão dos Direitos Humanos estaria livre de Satanás. A afirmação não pegou bem entre os outros deputados, inclusive com os correligionários dele no PSC.

Curta-nos no Facebook

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca