The Christian Post > Mundo|Ter, 25 Nov. 2014 14:11 PM EST

Brinquedo inspirado na Arca de Noé é removido depois de ameaças de uma ação judicial

Grupo ateu comemora retirada de instalação após reclamar com a prefeitura de Newark

PorHamlet Kim | Repórter do The Christian Post tradutor Alexandre Correia

A cidade de Newark, no estado do Delaware, EUA, removeu um brinquedo com tema da Arca de Noé de um parque infantil após receber uma queixa de grupo secular ameaçando uma ação judicial.

  • Arca de Noé
    (Foto: Divulgação)
    Réplica da arca de Noé.

Autoridades disseram que, embora o equipamento estivesse no parque há muito tempo, eles decidiram removê-lo porque incluía versos do livro do Gênesis da Bíblia, o que o grupo “Americanos Unidos pela Separação entre Igreja e Estado” (também chamados de AU ou Americans United) classifica como uma violação à Constituição americana.

"No início deste mês, a cidade de Newark recebeu uma denúncia a respeito do equipamento de recreação, que havia sido instalado há algum tempo, alegando que ele estava violando a lei, citando inúmeros exemplos de jurisprudência", disse um porta-voz da cidade ao The Christian Post.

"Após uma avaliação, o nosso advogado aconselhou que a peça fosse removida, e o departamento de Parques e Recreação acatou a recomendação”, acrescentou.

A denúncia partiu da sede do grupo Americans United, na capital norte-americana de Washington D.C., e de sua divisão local.

Janice Rael, vice-presidente da entidade, disse ao CP que a sua organização teve uma forte atuação em ter o painel da Arca de Noé retirado do parque.

Curta-nos no Facebook

"Recebemos queixas de alguns avós ateus que não queriam que seus netos vissem os versículos da Bíblia ou as imagens estilizadas da estória da Arca”, disse Rael.

"Enviamos fotos para o departamento jurídico da nossa divisão local, a ‘Americanos Unidos do Vale do Delaware’, que investigou e descobriu que a instalação do equipamento com temas bíblicos em um playground público era de fato uma violação da separação entre Igreja e Estado”.

A investigação levou a uma reclamação formal que foi entregue à prefeitura de Newark dando-lhes 30 dias para responder à solicitação.

Apenas algumas semanas após enviar a sua reclamação para as autoridades da cidade, o grupo declarou vitória em sua página no Facebook, ao saber que o material com a Arca de Noé havia sido removido.

Da mesma forma também a sede em Washington anunciou no Twitter que seus esforços tinham sido bem-sucedidos, sem fazer nenhum comentário adicional em seus respectivos websites depois disso.

"Estou certo de que a cidade fez por mal, mas o governo deve permanecer neutro em matéria religiosa, então eles tinham que tirar aquela instalação do parque”, disse Rael ao CP.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca