The Christian Post > Cristianismo|Qua, 20 Fev. 2013 16:36 PM EST

Cardeal acusado de acobertar casos de pedofilia pode não participar de conclave

PorSarah Curty | Correspondente do The Christian Post

Roger Mahony, ex-arcebispo e cardeal de Los Angeles, nos Estados Unidos, pode ser aconselhado a não viajar a Roma para participar do conclave, reunião em clausura de cardeais que elegerá o novo papa, já que Bento XVI renunciará ao cargo em 28 de fevereiro. O conclave será convocado no início de março.

  • Cardeal Roger Mahony
    (Foto: Don Bartletti / Reuters)
    O cardeal e ex-arcebispo Roger Mahony é acusado de acobertar casos de pedofilia na década de 1980
Related Topics

De acordo com o cardeal italiano especialista em direito canônico, Velasio de Paolis, é possível que o ex-arcebispo seja aconselhado a não ir ao Vaticano devido às acusações dele acobertar casos de pedofilia. "A prática comum é recorrer à persuasão, não podemos fazer mais do que isso para dissuadí-lo de votar", de Paolis ressaltando que Mahony tem o "direito-dever" de participar do conclave. No entanto, de Paolis afirma que "sua consciência é que vai decidir se deve vir ou não."

Na semana passada, uma associação de católicos americanos, a Catholics United, enviou uma petição requerendo que Mahony não participasse do conclave. "Prezado cardeal Mahony, fique em casa. Sua participação em escândalos de pedofilia da Igreja e sua proibição de liderar um ministério pela arquidiocese de Los Angeles deveria ser uma indicação de que você não deve participar do próximo conclave", diz o texto da petição online.

Monsenhor Jose Gomez, sucessor de Mahony na arquidiocese de Los Angeles, afastou o cardeal de todas as funções administrativas após ele ter sido acusado de ter acobertar dezenas de casos de pedofilia entre padres na década de 1980.

Em 2007, quando Mahony comandava a arquidiocese de Los Angeles, o cardeal aceitou pagar 660 milhões de dólares a 500 possíveis vítimas de pedofilia num acordo que previa a publicação de dossiês que apontava padres acusados de abusos. No entanto, correspondências entre Mahony e um alto conselheiro mostram que os dois tentavam impedir que os padres fossem encontrados pela polícia.

De Paolis afirma que a situação, apesar de “desconcertante”, pouco provavelmente envolverá o ainda papa Bento XVI.

Curta-nos no Facebook

  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
  • Wanderlei Silva no TUF Brasil...
Não Perca