The Christian Post > Política|Sex, 21 Set. 2012 13:54 PM EST

Cardeal católico critica o uso da igreja como 'curral eleitoral'

PorAmanda Gigliotti | Repórter do The Christian Post

O Arcebispo de São Paulo, Dom Odilo Scherer, apelou aos candidatos à prefeitura de São Paulo para que não usem as igrejas como “currais eleitorais”, durante um colóquio nesta nesta quinta-feira.

  • cardeal odilo
    Cardeal Dom Odilo Scherer.

“Não aprovamos que nossas igrejas sejam transformadas em currais eleitorais, ou que também nossas comunidades religiosas imponham os votos aos católicos”, afirmou.

O colóquio foi realizado na Arquidiocese de São Paulo e contou com a presença de Gabriel Chalita (PMDB), Jose Serra (PSDB), Soninha Francine (PPS) e Fernando Haddad (PT). O candidato Celso Russomano (PRB), entretanto, não compareceu à reunião.

A ausência de Russomano se deu depois de uma tentativa de marcar uma reunião particular com dom Odilo, antes do colóquio, mas o cardeal não aceitou. Russomano queria explicar seu posicionamento diante das críticas católicas ao chefe de campanha do partido, Marcos Pereira, que é também bispo licenciado da Igreja Universal.

Odilo afirmou que considera que “a manipulação e a instrumentação da religião em função da busca do poder político não são um bem para sociedade e não são coerentes com os princípios de liberdade de consciência e do legítimo pluralismo no convívio dos cidadãos.”

"Esse papel, esse poder de fazer a propaganda, de se mobilizar para fazer a mobilização de algum candidato cabe especificamente aos fieis leigos, aos cristão leigos dentro da igreja."

Curta-nos no Facebook

Polêmica entre igreja católica e Marcos Pereira

A igreja católica criticou na semana passada o bispo Marco Pereira, da Igreja Universal, que é o coordenador da campanha do PRB, por ter associado o conhecido “kit gay” à influência da igreja católica, em um texto publicado no ano passado.

Marcos Pereira respondeu à situação escrevendo em seu blog que tinha apenas manifestado a sua liberdade de expressão e que respeita os direitos individuais de credo. Ele disse ainda que lamenta que o exercício de pensamento tenha voltado à tona de maneira indevida às vésperas da eleição para a prefeitura de São Paulo.

O The Christian Post tentou contato com o bispo para comentários sobre o assunto, mas a comunicação não foi possível.

O cardeal lamentou a ausência de Russomano na reunião mas disse que foi uma “escolha dele.”

"Foi uma pena ele não ter vindo, mas foi uma escolha… uma escolha dele", disse ele em conversa com o senador Eduardo Suplicy.

  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
  • Wanderlei Silva no TUF Brasil...
Não Perca