The Christian Post > Mundo|Ter, 4 Jun. 2013 17:03 PM EST

Casamento gay deverá ser aprovado na Inglaterra

PorTayguara Ribeiro | Correspondente do The Christian Post

A proposta de liberação do casamento gay na Inglaterra e no País de Gales tem avançado.

  • Parada gay
    (Foto:Reuters/Paulo Whitaker)
    Parada Gay em São Paulo.

O arquivamento do projeto que legaliza a união homoafetiva foi rejeitado na Câmara dos Lordes (equivalente ao Congresso brasileiro), ou seja, isto é um indicativo de que a proposta deverá ter caminho livre na Casa.

A analise é de que a maioria dos parlamentares deverá votar a favor da legalização do casamento de pessoas do mesmo sexo.

O governo britânico, autor da proposta, pretende realizar os primeiros casamentos gays em 2014.

A Igreja Anglicana, a mais forte no país, é contrária à proposta.

Recentemente, a França celebrou o primeiro casamento homossexual do país, após muita polêmica por conta da liberação da união.

Curta-nos no Facebook

A proposta foi alvo de muitos protestos no país que possui grande quantidade de pessoas católicas e evangélicas. Algumas marchas foram realizadas pelas ruas francesas em manifestações contrárias a união gay.

Países como Bélgica, Espanha, Canadá, África do Sul, Noruega, Suécia, Portugal, Islândia e Dinamarca também já permitem o casamento homossexual.

Na América Latina, Argentina e México também já legalizaram a união.

O Uruguai está perto de oficializar uma lei parecida com a francesa e que já foi aprovada pelo congresso local.

Tido como o país com as atitudes mais progressistas da região latino-americana, o Uruguai já legalizou a adoção de crianças por casais de mesmo sexo e a entrada de gays nas Forças Armadas.

No Brasil, a união homoafetiva já foi reconhecida pelo Supremo Tribunal Federal.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca