The Christian Post > Política|Sex, 2 Abr. 2010 15:39 PM EST

Cédulas Evangélicas de um Milhão de Dólares são Legais, Decide Juiz

PorNathan Black | Repórter do Christian Post

Um juiz de comarca decidiu esta semana em favor de um Cristão e ordenou os agentes do Departamento de Segurança Interna para retornar todos os milhões de dólares de panfletos evangélicos que haviam confiscado dele.

Os agentes violaram a Quarta Emenda ao realizar uma busca e apreensão sem mandado judicial, o juiz Jorge A. Solis declarou.

Darrel Rundus, fundador e presidente do Great News Network, Inc., entrou com uma ação após agentes do ministério terem entrado no escritório do ministério e ameaçado um funcionário de prisão a menos que ele entregasse as cédulas de um milhão de dólares.

As cédulas, produzidas como folhetos evangelísticos, fazem a “pergunta de um milhão de dólares” - "Você irá para o céu?" Embora as cédulas se assemelhem às notas de dólar americanas, elas não foram concebidas para enganar ninguém a acreditar que é dinheiro real.

Dentre outras anotações, algumas frases na cédula dizem "Esta cédula não é legal" e "Não roubarás".

A Cédula de um milhão de Dólares, é produzido por Ray Comfort e Living Waters como uma ferramenta de evangelização, é o folheto mais popular e eficaz da GNN.

Curta-nos no Facebook

Isso chamou a atenção do Serviço Secreto através de um banco na Carolina do Norte. Não se sabe por que o banco os alertou, mas isso não foi o resultado de uma tentativa individual de passar as notas como se fosse dinheiro real, observou o juiz.

Em junho de 2006 os agentes do Serviço Secreto foram ao escritório da GNN em Denton, Texas, depois de encontrar o endereço da web da organização cristã na cédula. Eles disseram a um empregado do GNN que a cédula estava em violação da lei federal e que eles precisavam confiscar todas as cédulas.

Rundus, que não estava no escritório naquele momento, mas falou com os agentes ao telefone, lhes disse que ele iria entregar as cédulas se eles retornassem com um mandado ou uma ordem judicial.

Mas os agentes disseram que não precisavam de um mandato e disseram que tinham que confiscar as cédulas e levar com eles porque elas eram "contrabando".

De acordo com o Tesouro Nacional dos Estados Unidos, é ilegal fazer cópias ou duplicatas das cédulas de moeda existentes com a intenção de cometer fraude. Mas Rundus argumentou que, já que não existe tal coisa como uma cédula de um milhão de dólares em circulação, não é ilegal criar e distribuir uma.

O Juiz Solis afirmou em sua decisão que, embora haja similaridades com a moeda americana, “a cédula de um milhão de dólares como um todo não representa qualquer risco de enganar uma pessoa honesta, sensata e confiante."

A cédula de um milhão de dólares não viola a lei federal, o juiz decidiu.

O advogado de Rundus, Steve Crampton do Liberty Counsel, elogiou a decisão.

“O Departamento de Segurança Interna deveria estar monitorando criminosos perigosos em vez de perseguir pessoas inocentes de fé por distribuir panfletos religiosos", afirmou Crampton. “Nenhum escriturário ou caixa de banco jamais irá enganar-se que a cédula de um milhão de dólares é legal. A Constituição permanece como um baluarte contra o poder federal e policiais abusivos.”

Estima-se que 8-10 milhões de folhetos evangelizadores da cédula de um milhão de dólares foram vendidos por Living Waters ao longo dos últimos dez anos. GNN já distribuiu mais de um milhão de folhetos.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca