The Christian Post > Mundo|Qua, 23 Mai. 2012 09:15 AM EST

Cestas básicas são entregues a famílias em situação vulnerável na Síria

Tentando se estabelecer novamente em área mais segura, os refugiados enfrentam todo o tipo de problemas como o desemprego e a falta de dinheiro para comprar comida ou acessórios básicos para sobrevivência.

  • portas abertas
    (Foto: Portas Abertas)
    Vídeo da organização Portas Abertas em prol da igreja perseguida.

Assim como estas três famílias cristãs, cerca de sete mil outras famílias deixaram Homs fugindo da violência que abalou a cidade. A maioria delas se encontra em situações parecidas. Deixaram tudo para trás, levando em suas malas apenas as coisas mais importantes e básicas. Antes da violência começar em Homs, cerca de 40 mil cristãos viviam na cidade. A maioria fugiu, e provavelmente há menos de 5 mil, que ainda vivem na cidade.

Há famílias cujas casas foram tomadas por pessoas que se aproveitaram da situação caótica na cidade. "Para evitar que isso aconteça, alguns pais de família ficaram em Homs, deixando suas esposas e filhos fugir sozinhos", explica o porta-voz do compass. "Muitas famílias cristãs foram obrigadas a deixar suas casas, sabendo que outros iriam ocupá-las. Eles foram ameaçados de que 'coisas ruins' aconteceriam se eles permanecessem.

Com suas vidas correndo risco, não restou outra opção. O porta-voz diz conhecer várias casas em Homs, que foram tomadas por pessoas que expulsaram os cristãos da cidade. Claro que não somente os cristãos fugiram da violência. Todos os habitantes são afetados pela violência e muitos deixaram a cidade, especialmente as pessoas pertencentes a outras minorias.

É fácil imaginar que essas famílias estão tendo problemas para lidar com o sofrimento pelo qual passaram. Eles buscam por socorro em organizações de ajuda humanitária como a Portas Abertas e as igrejas locais. Em resposta a essa necessidade, as igrejas tentam fazer o máximo para ajudar os refugiados de cidades como Homs. A Portas Abertas está apoiando várias igrejas em um programa humanitário. Cerca de mil famílias receberam cestas básicas e kits de higiene pessoal. Muitos deles receberam tambem alimentos.

"Agradecemos muito por seu apoio generoso", disse um líder cristão da Síria, que por motivos de segurança prefere ficar no anônimato. "Eu quero que você saiba que este trabalho de assistência está ajudando centenas de famílias cristãs que perderam tudo", diz ele. Além disso, ele também vê isso como um grande benefício para as próprias igrejas."Essa situação está abrindo uma porta incrível para a Igreja alcançar os muçulmanos com o evangelho. Esta é uma rara oportunidade de quebrar as barreiras denominacionais, através do amor de Cristo".

Curta-nos no Facebook

Pedidos de oração

• Ore para que a ajuda da Portas Abertas possa alcançar o maior número possível de famílias.

• Peça a Deus que essas famílias possam reconstruir suas vidas.

• Ore pelo fim da violência em Homs e pela paz em toda a Síria.

Envolva sua igreja no Domingo da Igreja Perseguida, veja o vídeo abaixo e saiba como participar.

  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
  • Wanderlei Silva no TUF Brasil...
Não Perca