The Christian Post > Mundo|Qua, 11 Jul. 2012 16:47 PM EST

Cientologia: morte de filho do presidente da igreja permanece um mistério

PorAndrea Madambashi | Repórter do The Christian Post

A mãe de Alexander Jentzch, filho do presidente da Igreja de Cientologia Internacional, busca respostas sobre a morte do filho.

  • Cientologia
    (Foto: Reuters)
    Igreja de Cientologia.

Karen de la Carriere escreveu uma carta para 10.000 cientologistas na segunda-feira, questionando por que a igreja manteve a morte de seu filho em segredo. Ela ainda alega que eles o “abandonaram” no momento em que ele mais precisava.

Carriere soube da morte de Jentzsch dias depois que ele faleceu e foi encontrado em sua casa em Los Angeles. Ela se interou somente que ele morreu de “febre alta”.

Na carta de Carriere, informações impressionantes sobre a conduta da igreja são reveladas. Ela aponta negligência por parte dos membros da igreja, bem como a retenção de informações sobre o filho à família e proibição de contato.

“Através de seu porta-voz, a Igreja foi muito rápida em declarar publicamente que Alexandre não deixou nota de suicídio e tomou medicamentos em excesso. Isto foi um uma reivindicação suspeita vindo da mesma Igreja que clama ter a tecnologia mais poderosa do planeta.”

As partes mais chocantes da carta são quando ela fala sobre toda a hierarquia dentro da instituição e todas as suas regras.

Curta-nos no Facebook

Alexander quando garoto entrou para o Sea Org, um braço da Cientologia que se assemelha um exército militar, onde pessoas vestem uniformes e seguem regras rígidas dentro da comunidade. Ali ele receberia educação.

Segundo Karen, entretanto, Alexander passava longas horas limpando banheiros e esfregando o chão e quando podia escapava para ligar para ela em prantos. A partir daí, o menino ficou praticamente separado de seu pai e sua mãe. Karen diz ainda que foi obrigada a separar de seu marido na época.

“Eu fiquei de repente, uma mãe solteira com um filho para sustentar. Heber era incapaz de pagar qualquer pensão alimentícia”, afirmou a mãe.

Karen decidiu depois deixar a Igreja e então foi obrigada a se desconectar de seu filho que teria se casado ainda jovem.

Alexander, já trabalhando em uma empresa da Cientologia, sofreu um acidente grave, e acabou perdendo o emprego. Ele não teve como arcar com os custos para um tratamento adequado e a igreja tampouco lhe ofereceu qualquer suporte, segundo informou Karen. Para ela, não houve compaixão da igreja para dar qualquer tipo de ajuda a ele.

Devido a política de desconexão, ela afirma que não recebeu nenhuma ligação para se informar sobre o acidente. Karen soube do acidente somente depois que uma pessoa lhe contatou para avisar de sua morte.

Karen acusa a igreja de conter segredos, mentiras e injustiças. Ela promete ir a fundo para averiguar sobre os segredos que rondam a morte de seu filho.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca