The Christian Post > Política|Sab, 19 Jun. 2010 15:12 PM EST

Pastor Pode Distribuir Literatura Cristã para Muçulmanos

PorLawrence D. Jones | Repórter do Christian Post tradutor Amanda Gigliotti

Uma corte federal decidiu, quinta-feira, permitir um pastor Cristão Sudanês a distribuir literatura Cristã e discutir sua fé Cristã com Muçulmanos atendentes de um grande festival árabe enquanto seu caso está pendente de recurso.

A decisão por um painel de três juízes do Sexto Circuito da Corte de Apelações de conceder ao Pastor George Saieg a moção de emergência para uma ordem de restrição temporária, veio somente dias antes de começar o Festival Internacional árabe em Dearborn, Michigan, o qual é esperado trazer cerca de 300.000 pessoas de todo o país, Canadá e Oriente Médio.

“A resposta do Sexto Circuito é uma grande vitória para a Primeira Emenda e a derrota dos esforços de Dearborn de atender sua grande população Muçulmana ignorando a nossa Constituição,” comentou Richard Thompson, presidente e conselheiro chefe do Centro de Lei Thomas More (TMLC), em uma declaração.

“é irônico que enquanto americanos, recentemente, aplaudiram o livre discurso exercido por centenas de milhares de Muçulmanos nas ruas de Iran, a cidade de Dearborn, estavam restringindo os direitos de livre expressão dos Cristãos nas ruas e calçadas da cidade pública,” adicionou Thompson, cujo grupo legal vem defendendo Saieg e o pastor do ministério da Califórnia, a Arabic Christian Perspective (ACP), desde o ano passado.

Apesar de a ACP ter visitado Dearborn para o festival árabe anual desde 2004, ao grupo foi falado ano passado que eles tinham que permancer em um local específico e não foram permitidos passar livremente pelas calçadas públicas para distribuir sua literatura fora do festival.

Quando o Departamento de Polícia de Dearborn ameaçou prender Saieg se ele distribuísse literatura Cristã perto do Festival árabe de 2009, a TMLC de Ann da Arbor entrou com ação federal na Corte do Distrito Norte-americano do Distrito do Leste de Michigan, questionando a constitucionalidade de restrição de livre expressão de Dearborn.

Curta-nos no Facebook

“Isto é uma vitória para a Primeira Emenda e os direitos de livre expressão dos Cristãos,” enfatizou Robert J. Muise, conselheiro de processos sênior da TMLC, seguindo a decisão de quinta-feira.

“Apesar do alívio extraordinário concedido pelo Sexto Circuito somente se aplicar ao festival que se aproxima, é uma grande indicação de que irá finalmente prevalecer sobre o recurso,” acrescentou.

Dearborn, com um número estimado de 30.000 dos seus 98.000 residentes são aderidos ao Islã, passando a ser uma das comunidades muçulmanas mais densamente povoadas nos Estados Unidos.

O 15 º Festival árabe Anual Internacional de Dearborn, que ocorre de 18 a 20 junho, apresenta 30 barracas de alimentos internacionais, um grande carnaval, um palco interativo para crianças, mercadorias árabes, caligrafia e panificação, entre outros.

O festival é encabeçado pelo Arab American Chamber of Commerce.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca