The Christian Post > Política|Ter, 19 Abr. 2011 11:32 AM EST

Cristãos Relembram Últimos Dias de Jesus Durante a Semana Santa

PorAudrey Barrick | Repórter do Christian Post tradutor Abigail Viana dos Santos

Cristãos ao redor do mundo começaram a observância da Semana Santa com o Domingo de Ramos, dia que marca a entrada de Jesus em Jerusalém.

Os peregrinos cristãos participam da tradicional procissão do Domingo de Ramos, no Monte das Oliveiras, com vista sobre Cidade Velha de Jerusalém, domingo 17 de abril de 2011. O Domingo de Ramos comemora a entrada triunfal de Jesus Cristo em Jerusalém, e é o início da Semana Santa Cristã.

Naquele dia, mais de 2.000 anos atrás, foi um dia amargo para Jesus, como pastor do Sul da California, Greg Laurie colocou. Embora houvesse uma multidão alegre e gritos de "Hosanna" entre o povo, Jesus chorou quando ele montou no burro.

Jesus sabia que o povo que o saudava e dizia "bem-aventurado é aquele que vem em nome do Senhor" logo estaria gritando "crucifique-o."

Ele também sabia que ele estava no caminho para a ressurreição, o que incluiria sua morte na cruz, Laurie disse em seu sermão de domingo no Harvest Christian Fellowship.

"Antes da ressurreição gloriosa, haveria uma crucificação devastadora. Antes que houvesse um túmulo vazio, primeiro tinha que haver uma cruz sangrenta," o conhecido pastor e evangelista explicou.

Curta-nos no Facebook

A morte e ressurreição de Cristo é o acontecimento histórico mais importante em toda a história humana, perdendo apenas ou pelo menos igual a seu nascimento em Belém, Laurie enfatizou.

Na verdade, isto é o que separa o Cristianismo das outras religiões, disse ele.

"Você pode ir aos túmulos dos profetas e gurus e mostrar respeito, mas a tumba de Jesus Cristo, você descobrirá que está vazia porque Ele ressuscitou," disse Laurie.

Mas antes de celebrar a ressurreição no domingo de Páscoa, que este ano é 24 de abril, os Cristãos meditam sobre os dias finais do tempo de Jesus na terra durante a Semana Santa.

John Piper, um teólogo reformado que lidera a Igreja Batista Bethlehem em Minneapolis, Minnesota, observou que, embora todo o tempo seja sagrado porque pertence a Deus, o Cristão deve separar a semana entre o Domingo de Ramos e da Páscoa "para o foco sagrado."

Os Cristãos ortodoxos, que usam o calendário juliano, estão marcando a Semana Santa, juntamente com protestantes e católicos este ano.

Em Jerusalém, milhares participaram na tradicional procissão do Domingo de Ramos, marchando desde o Monte das Oliveiras até a Cidade Velha de Jerusalém, no domingo. Enquanto isso, nos EUA, as Igrejas realizaram suas manifestações próprias, agitando ramos de palmeira nas ruas de suas comunidades locais.

Embora a Harvest Christian Fellowship estivesse entre as muitas Igrejas que não aderiram em procissões tradicionais com ramos nas mãos, Laurie conseguiu que sua mega congregação começasse a meditar sobre o que Jesus fez por eles poucos dias depois de sua entrada em Jerusalém.

"Não é que nosso Senhor tenha simplesmente expirado. Jesus Cristo morreu uma morte sangrenta, terrível," disse ele.

"Deus tratou Jesus como se ele tivesse vivido a minha vida pecaminosa para que ele pudesse me tratar como se eu tivesse vivido a vida sem pecado de Jesus," pregou Laurie.

"Foi na cruz que Deus e os homens foram reconciliados mais uma vez... Nossa salvação foi comprada."

"O Calvário mostra... o quão longe Deus iria para a salvação do homem."

A Semana Santa vai continuar com Sexta-Feira Santa em 22 de abril e o Domingo de Páscoa.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca