The Christian Post > Cristianismo|Ter, 7 Fev. 2012 10:27 AM EST

Cristãos têm conceitos diferentes ao de Jesus sobre aborto e casamento homossexual

PorNicola Menzie | Repórter do The Christian Post tradutor Alan Marinho

Cristãos liberais e conservadores dizem que seus pontos de vista sobre questões como aborto e casamento homossexual poderia ser diferente ao Jesus se ele estivesse “fisicamente” entre-nos hoje.

A pesquisa foi realizada pela Academia de Ciências dos Estados Unidos e publicada pela revista Proceedings, nesta segunda-feira, 30.

De acordo com o relatório, algumas pessoas acreditam que Jesus seria mais compreensivo do eles nos tratamentos de imigrantes ilegais e pobres.

No procedimento, 1, 256 de pessoas foram ouvidas, destes, 787 entrevistados que se identificaram como Cristãos foram convidados a usar uma escala de 0 à 100 para saber se Jesus seria conservador ou liberal sobre esses assuntos contemporâneos.

O estudo, feito por Lee D. Ross, professor da Universidade de Stanfortd por mais de 30 anos, mostrou como a opinião das pessoas são muitas vezes diferentes de seus ensinamentos bíblicos.

Tanto os cristãos liberais como os conservadores acreditam que o ponto de vista de Jesus relacionadas com a moralidade, tal com o aborto e casamento homossexual, poderia ser mais rigorosa do que as deles.

Curta-nos no Facebook

Porém, os conservadores dizem que Jesus poderia ser mais flexível na questão de companheirismo, tais como tributação para reduzir a desigualdade e no tratamento de imigrantes.

Segundo Ross, a pesquisa revelou que há uma grande diferença entre conceito político e ensinamentos religiosos são tratadas diferentemente pelas partes que detêm uma interpretação diferente dos ensinamentos bíblicos.

Enquanto os liberais encontram dificuldades para conciliar seus conceitos com os ensinamentos do Antigo Testamento, os conservadores confrontam suas opiniões políticas com os ensinamentos do Novo Testamento.

“Liberais admitem que estão desviando dos conceitos de Jesus sobre a questão moral, e os conservadores admitem que estão desviando de Jesus sobre a questão do companheirismo" diz Ross.

Segundo a pesquisa feita pelo Instituto de Pesquisas Públicas Religiosas, mais de 72% dos americanos acreditam que é possível a discordância dos ensinamentos de suas religiões sobre aborto.

“Ainda seria considerada uma pessoa de fé inabalável”, está escrito no relatório. Os resultados coletados de membros dos maiores grupos religiosos, inclusive Católicos e Evangelicos, mostram que tal dissonância é possível.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca