The Christian Post > Cristianismo|Qua, 30 Jul. 2014 10:31 AM EST

Cristianismo em Nova York: 7 fatos surpreendentes apontados por um líder cristão da grande cidade

Líder cristão revela alguns fatores que mostram a vocação cristã de Nova York

PorHamlet Kim | Repórter do The Christian Post tradutor Alexandre Correia

Mac Pier, fundador e presidente do órgão cristão Leadership Center, na cidade de Nova York, sentou-se com o The Christian Post, no início deste mês e falou sobre o estado da igreja na maior e mais influente cidade dos Estados Unidos.

  • Cruz do Marco Zero
    (Foto: Reuters)
    Cruz do Marco Zero, na cidade de Nova York (EUA).

Durante seus quase trinta anos na cidade, Pier ajudou a conectar igrejas através de seu trabalho com os Concertos de Oração, uma rede de congregações rezando umas pelas outras; o Dia Movimento, uma conferência nacional voltada a ajudar igrejas trabalhar em um contexto urbano; e o Leadership Center, que visa equipar líderes cristãos dentro da cidade.

Logo abaixo, estão trechos da entrevista de CP no início deste mês em que Pier revela fatos surpreendentes sobre o cristianismo em Nova York:

1. "Uma das realidades demográficas é que 90% da igreja cristã ativa aqui é composta por não-brancos [i.e, latinos, negros e outras etnias]".

2. "Nova York é provavelmente a igreja mais internacional da história humana. Nova York é um grande receptáculo de cristãos do hemisfério sul".

3. "Temos 2.500 igrejas hispânicas em Nova York. Nós temos provavelmente 600 a 800 igrejas coreanas na região metropolitana de Nova York".

Curta-nos no Facebook

4. "Uma das verdades sobre a fé na área metropolitana de Nova York é que tende a haver uma relação inversa entre a riqueza e a receptividade espiritual. Nas comunidades que têm menos recursos, você tende a ter uma presença mais forte de pessoas de fé cristã”.

5. "Em bairros, como o Harlem, você tem 400 igrejas, 300 delas são bem ativas. Essas igrejas são muito importantes porque elas dão uma contribuição para a comunidade, elas fornecem o voluntariado, eles se envolvem com as escolas públicas".

6. "A comunidade baseada na fé em Nova York, acreditamos, contribui com cerca de um bilhão de dólares por ano doando ‘em espécie’ para a cidade, através de voluntariado e serviços para a comunidade”.

7. "Tem havido uma enorme fome nas igrejas em toda a Nova York, uma fome de se reunir juntos, orar junto. Nos últimos 25 anos, tivemos cerca de 2.000 igrejas, mais de 250 mil pessoas que se reuniram em várias expressões de oração, que incluem caminhadas de oração (quando duplas ou pequenos grupos andam pelas ruas orando pelos locais onde passam), reunião de oração com pastores e o Dia Nacional de Oração. Agora, nós temos uma vigília chamada ‘A Vigília do Senhor’, em que as igrejas oram todos os dias do mês. Temos feito isso por quase vinte anos”.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca