The Christian Post > Cotidiano|Sab, 4 Dez. 2010 21:42 PM EST

Daystar Contesta Alegações no Caso Extraconjugal

PorLillian Kwon | Christian Post Reporter tradutor Rodrigo L. Albuquerque

A Rede de Televisão Daystar está contestando as alegações feitas pelos três ex-empregados, os quais a companhia diz que estavam tentando lucrar com o caso extraconjugal do fundador que manteve isso em segredo até o momento.

  • joni-and-marcus-lamb
    (Foto: Daystar)
    Joni and Marcus Lamb aprsentam o programa “Celebration" do Daystar.

Na sexta-feira, a companhia de transmissão cristã entrou com ação no Tribunal de Justiça do Condado de Tarranty, no estado do Texas, reclamando que os ex-empregados estavam tentando “ferir os interesses dos negócios e a reputação da Daystar.

A ação da Daystar é em resposta à petição feita pelo advogado de Dallas James Fisher em nome de Jeanette Hawkins, ex-diretora de marketing na Daystar.

Hawkins está processando a companhia pelo caso extraconjugal, envolvendo o fundador da Daystar e o influente televangelista Marcus Lamb e outra mulher, que aconteceu diversos anos atrás. Ela reclamou que ela sofreu severos traumas emocionais por causa das declarações falsas feitas para ela por seus empregadores e porque ela foi pressionada a participar no encobrimento do caso.

Ela também alega em sua ação que ela foi falsamente descrita pela Daystar como extroquindo dinheiro da companhia.

A rede de televisão suporta que a petição de Hawkins contém numerosas alegações falsas e enganos, incluindo a alegação de que a Daystar comprou uma casa para a outra mulher para mantê-la calada.

Curta-nos no Facebook

“A verdade é que Hawkins teceu uma teia de mentiras para a mídia através de fazer a Corte de Dallas preencher a esperança de que isso irá diminuir o peso de seu protagonismo na extorção da Daystar e seus deveres fiduciários relacionados e obrigações da lei comum,” declara o processo da Daystar.

Em resposta, a companhia primeiramente nota que antes do anúncio público na terça-feira, o caso era somente conhecido por poucos indivíduos – a citar aqueles envolvidos no processo de cicatrização de Lamb e sua esposa, casamento de Joni – e outros souberam disso através de “meios ilegais e impróprios.”

De acordo com Hawkins, um colega de trabalho revelou a ela que ele encontrou emails provando que Lamb e outra empregada estavam tendo um relacionamento sexual ilícito.

Em segundo lugar, a companhia alega que Hawkins e dois outros ex-empregados nomeados na ação “esquematizaram o uso do calvário dos Lambs para seu benefício financeiro.”

E eles tinham “um objetivo em mente: o lucro pessoal em detrimento da Daystar,” argumenta a Daystar.

Em meados de novembro, o advogado Fisher encontrou-se com o conselheiro externo da Daystar, John T. Lynch IV, ameaçando de ir a público com o caso se a Daystar não pagasse $7,5 milhões até 1º de dezembro, de acordo com a ação.

“A conduta dos réus constitui, no máximo, extorção,” afirma a Daystar.

Durante uma transmissão ao vivo do programa “Celebração” na terça-feira, os Lambs falaram a milhões de telespectadores que três pessoas que não estavam envolvidas e nem foram afetadas pelo caso desafiaram ir a mídia com o caso se eles não fossem pagos.

Foi durante a transmissão que os Lambs revelaram pela primeira vez que Marcus foi envolvido em uma relação “imprópria” com outra mulher. Joni deixou claro que isso não foi um segredo que eles estavam escondendo, mas antes um assunto particular privado, do qual eles estavam se curando. Eles asseguraram aos telespectadores que eles passaram por um processo de arrependimento, perdão e sanação e que seu casamento está agora melhor que nunca.

De acordo com a equipe de relações públicas da Daystar, Al Larry Ross Comunicações, Fisher revisou a petição na sexta-feira para remover algumas das alegações “incendiárias,” incluindo a compra de uma casa de terceiros.

“Isso demonstra que, sem conhecer a veracidade, eles estavam dispostos a enviar denúncias de fatos à mídia, conhecendo que notícias posteriores levariam tais alegações a público,” afirmou a PR firm.

“A ministra e Sr. Lamb contestam as alegações em ambas as petições da Sra. Hawkins e irão vigorosamente defender-se contra essas inverdades nocivas, buscando todos os recursos disponíveis para eles no sistema jurídico.”

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca