The Christian Post > Política|Sex, 5 Abr. 2013 17:45 PM EST

Defesa argumenta ao STF que Feliciano fez interpretações teológicas e não houve preconceito

O pastor e deputado Feliciano se defende de acusações de homofobia e racismo por frases postadas no twiter

PorAdoniran Peres | Correspondente do The Christian Post

A defesa do deputado federal e pastor Marco Feliciano (PSC-SP) apresentou como argumento ao Supremo Tribunal Federal (STF), por conta da acusação de fazer declarações consideradas preconceituosas, que o pastor fez interpretações bíblicas e que não houve racismo e homofobia. Em sua defesa, tentando argumentar as frases postadas no twiter, Feliciano afirmou que a Bíblia e a história contam que os descendentes de africanos foram alvos de uma maldição de Noé por conta do primeiro caso de homossexualismo da humanidade.

  • marco feliciano
    (Foto: Divulgação)
    Pastor e deputado federal (PSC) Marco Feliciano.

O deputado já tinha sido denunciado pelo procurador-geral da República, Roberto Gurgel, pela frase postada no Twitter em 2011, que foi considerada homofóbica, na qual diz “a podridão dos sentimentos dos homoafetivos levam [sic] ao ódio, ao crime, à rejeição".

A outra frase que também teve muita repercussão, Feliciano descrevia sobre os africanos, o que foi entendida por muitos como racista. Por entender que era uma interpretação bíblica, Gurgel não denunciou Feliciano por essa frase. Na frase, Feliciano disse:"africanos descendem de ancestral amaldiçoado por Noé. Isso é fato. O motivo da maldição é a polêmica. Não sejam irresponsáveis twitters".

Feliciano argumenta que pela sua interpretação teológica vem sendo vítima de uma perseguição fria e calculista. Segundo ele, não houve a intenção em nenhum momento de tratar de forma injusta ou desigual os homossexuais. “Mas tão somente a explicação, baseada em conhecimentos teológicos", justifica.

No mês de março, em entrevista ao site “Verdade Gospel”, Feliciano explicou que Noé amaldiçoou o seu filho Cam, porque, após ter tomado vinho, foi visto por ele nu em sua tenda. Cam riu da nudez do pai. Os outros dois filhos foram abençoados porque entraram de costas na tenda e cobriram o corpo de Noé. O motivo de que Feliciano afirma sobre a maldição de Noé foi porque se estendeu aos descendentes de Cam, que são herdeiros da triste sina, por parte de Canaã, filho de Cam.

Na época, lideres evangélicos consideraram a interpretação de Feliciano errada, por entenderem que todo um povo não pode ser amaldiçoado por conta do filho de Noé, mas afirmaram que Feliciano não foi racista.

Curta-nos no Facebook

A defesa de Feliciano apresentou o documento ao STF no último dia 21 de março pelo advogado do deputado, Rafael Novaes da Silva. O inquérito deverá ser levado ao plenário do STF, na qual o colegiado deve decidir se abre ou não ação penal contra o deputado Feliciano.

Veja os argumentos de defesa de Feliciano apresentado ao STF.

A defesa argumenta no texto. “Ao comentar acerca da maldição que acomete o continente africano e do primeiro caso de homossexualismo da humanidade, o parlamentar denunciado na verdade discorreu sobre a crença dos cristãos de os problemas e obstáculos não surgirem necessariamente de atos do governo e ou empresários, mas do Céu, ou seja, como se a humanidade expiasse por um carma, nascido no momento em que Noé amaldiçoou o descendente de Cão [Cam] e toda sua descendência, representada por Canaã, o mais moço de seus filhos, e que tinha acabado de vê-lo nu”.

A defesa argumenta ainda que a maldição é quebrada por Cristo na cruz e pelo peso da devoção a Deus dos africanos. “Toda maldição é quebrada na Cruz de Cristo. Tem ocorrido isso no continente africano. Milhares de africanos têm devotado sua vida a Deus e por isso o peso da maldição tem sido retirado. A linguagem metafórica com que vários ensinamentos cristãos são divulgados só confirma como as manifestações do parlamentar denunciado possuem natureza teológica”.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca