The Christian Post > Cotidiano|Ter, 30 Abr. 2013 16:45 PM EST

Departamento Penitenciário Nacional (Depen) abre concurso com 138 vagas

Vagas são para níveis médio e superior. Salários variam entre R$ 2.303 e R$ 3.401

PorMaria Carolina Caiafa | Correspondente do The Christian Post

O Departamento Penitenciário Nacional (Depen), vinculado ao Ministério da Justiça, divulgou edital de concurso público para 138 vagas em cargos de nível médio e superior nesta terça-feira (30). Os salários variam entre R$ 2.303,17 e R$ 3.401. Os aprovados serão alocados em uma das quatro penitenciárias federais, que são localizadas nas cidades de Catanduvas (PR), Campo Grande (MS), Mossoró (RN) e Porto Velho (RO), de acordo com o interesse e a necessidade da administração.

  • Depen, Departamento Penitenciário Nacional
    (Foto: Flickr/Depen)
    O Departamento Penitenciário Nacional (Depen) é o órgão executivo do Ministério da Justiça responsável pela gestão da Política Penitenciária brasileira e manutenção administrativa-financeira do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária (CNPCP).
Related Topics

As inscrições devem ser feitas das 10 horas do dia 10 de maio até as 23h59 do dia 3 de junho pelo site do Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (Cespe). A taxa é de R$ 70 para concorrer para técnico de apoio à assistência penitenciária, R$ 85 para agente penitenciário e R$ 90 para especialista em assistência penitenciária. 

Os cargos de especialista em assistência penitenciária são para pessoas que concluíram a graduação nas seguintes áreas: clínica geral (4 vagas), enfermagem (6), farmácia (1), odontologia (4), pedagogia (3), psicologia (5), psiquiatria (4), serviço social (6) e terapia ocupacional (1). Os profissionais devem ter nível superior e o salário é de R$ 3.401.

As oportunidades para quem tem nível médio são de 100 vagas para agente penitenciário federal e 4 vagas para técnico de apoio à assistência penitenciária para aqueles que cursaram técnico em enfermagem. Os salários são de R$ 3.254,04 e R$ 2.303,17, respectivamente.

Das vagas destinadas a cada cargo/área e das que vierem a ser criadas durante o prazo de validade do concurso, 5% serão destinadas a candidatos com deficiência.

A primeira fase compreende provas objetivas, prova discursiva, exame de aptidão física, avaliação médica, avaliação psicológica e investigação social. A segunda fase consistirá no curso de formação profissional (CFP) em Brasília (DF).

Curta-nos no Facebook

Todos os profissionais vão receber gratificação de desempenho de atividade de assistência especializada do Departamento Penitenciário Nacional do Ministério da Justiça (Gdapen).

As provas objetiva e discursiva devem ser aplicadas provavelmente em 4 de agosto.

O Depen é o órgão brasileiro responsável pela fiscalização das penitenciárias de todo o país, tanto federais quanto estaduais.

Mais detalhes sobre essa seleção, no edital.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca