The Christian Post > Política|Sex, 20 Abr. 2012 11:23 AM EST

Dilma não se esqueceu dos compromissos com evangélicos, afirma ministro

PorAmanda Gigliotti | Repórter do The Christian Post

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, afirmou que Dilma Rousseff não se esqueceu dos compromissos com os evangélicos, na Convenção Nacional das Assembleias de Deus, em Brasília, nesta quinta-feira.

  • gilberto carvalho
    (Foto: Reuters)
    Ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho.

“Ela não se esquece dos compromissos que ela assumiu aqui com os senhores”, disse o ministro, segundo o G1.

Carvalho relembrou de Dilma mencionando uma passagem bíblica sobre sabedoria que está “na multiplicidade dos conselhos”. Segundo ele, é por isso que ela “ouve, ela procura saber quais são os melhores caminhos que nós temos”.

Já o ministro não se esqueceu dos evangélicos sobre a polêmica, da qual ele chama de “polêmica inútil”, em que ele estaria promovendo uma “disputa ideológica” com as igrejas evangélicas pela influência nas classes emergentes.

“Não posso esquecer, nesses dias atrás, quando fui vítima de uma polêmica inútil e tentaram me colocar contra os evangélicos”, afirmou ele.

Carvalho parece tentar amenizar o desconforto criado entre o governo e os evangélicos por causa da elaboração do kit anti-homofobia, conhecido também como kit-gay, logo depois do início do mandato de Dilma.

Curta-nos no Facebook

“Eu dizia lá na Câmara para os deputados da bancada evangélica: não posso me esquecer de tantos testemunhos que vivi de pessoas entregues para a comunidade, dedicadas ao cuidado dos mais pobres, dos órfãos, das viúvas".

Ele enfatizou que o Brasil não pode mudar sua história sem uma forte parceria entre o governo e as igrejas.

A igreja Assembleia de Deus, ocupa, diz ele, um papel muito particular neste aspecto. ”Nós conhecemos essa Igreja, a sua história, as perseguições e o preconceito e a discriminação que enfrentou ao longo da história e como se afirma em todo canto desse País", afirmou.

Para ele, é importante as ações de caridade para o combate à miséria. Ele afirma que Dilma urge às igrejas que sejam parceiras do programa social Brasil sem Miséria, com a meta de livrar 16 milhões de brasileiros da extrema pobreza.

"Seguimos lutando pela justiça. Nosso compromisso de honrarmos tudo que nos comprometemos durante a campanha eleitoral, na defesa da família, da defesa da liberdade religiosa, na defesa da liberdade de culto", enfatizou ele sobre a promessa.

  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
  • Wanderlei Silva no TUF Brasil...
Não Perca