The Christian Post > Mundo|Qua, 5 Mar. 2014 07:19 AM EST

Disney força escoteiros dos EUA aceitarem gays como líderes, sob ameaça de deter investimentos

Órgão de escoteiros veta homossexuais como líderes adultos, gerando controvérsia

PorLuciano Portela | Repórter do The Christian Post

Em uma decisão polêmica, o grupo The Walt Disney Company notificou o grupo Boys Scouts of America (BSA), que rege os escoteiros dos EUA, ameaçando retirar investimentos caso o órgão não permita que membros abertamente homossexuais sejam líderes.

  • Reuters/David Gray
    (Foto: Reuters/David Gray)
    Rua pintada com cores da bandeira gay.

A Disney possui um trabalho de parceria com o grupo de escoteiros, por meio de um programa de entretenimento chamado VoluntEARS que recebe doações, em milhões de dólares, para trocar por serviço voluntário.

No entanto, sob novas diretrizes sobre doações, a empresa de entretenimento diz que grupos que discriminam pessoas para a prestação de serviços, com base em raça, religião, cor, sexo, nacionalidade, idade, estado civil, capacidade mental ou física, ou orientação sexual, não pode receber financiamento.

Como resposta, o Conselho Nacional do BSA apontou que tentou entrar em acordo com a Disney, mas "as suas opiniões não podem alinhar com a BSA no momento e eles optam por interromper este nível de apoio", destaca Robert Utsey, presidente do Conselho Central de Escoteiros da Flórida.

Já o porta-voz do BSA, Deron Smith, teme que o suporte para as crianças seja prejudicado. "Acreditamos que toda criança merece a oportunidade de ser uma parte da experiência do escotismo, e estamos desapontados com esta decisão, pois vai afetar nossa capacidade de atender crianças", afirma o porta-voz.

Em maio de 2013, o BSA aprovou uma resolução que liberava a adesão de qualquer pessoa independente de sua orientação sexual. No entanto, a organização manteve sua restrição para líderes adultos com tendência homossexual.

Curta-nos no Facebook

Como contrapartida, a Disney busca cada vez mais dar abertura à diversidade sexual em várias ramificações da empresa. Em 2013, George Kalogridis, executivo declaradamente homossexual, foi nomeado presidente da Walt Disney World, enquanto em junho será promovido o "Dia Gay" no parque da empresa em Orlando.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca