The Christian Post > Cristianismo|Sab, 3 Jul. 2010 12:12 PM EST

PCA Afirma Novo Plano para Atacar Desafios Internos, Externos

PorAudrey Barrick | Repórter do Christian Post tradutor Amanda Gigliotti

A Igreja Presbiteriana nos Estados Unidos (PCA) adotou um novo plano para ajudar a denominação a lidar com o crescimento lento e uma cultura em mudança.

Delegados que se reuniram para a Assembléia Geral da PCA, em Nashville votou quinta-feira, para aprovar o “Plano Estratégico.”

O plano consiste de: estabelecer lugares para conversações civis para permitir reflexão teológica como uma Igreja evangélica confessional no século 21; prover mais lugares na mesa como um significado de crescimento do envolvimento jovem e criar rotas para mais minorias étnicas bem como mulheres a serem ouvidas; plano de financiamento para ajudar o apoio aos serviços denominacionais; e participar em missões globais de Deus.

Estatísticas recentemente divulgadas mostram que os membros de PCA aumentaram mais que 5.500 para 346.408 em 2009 e o número de Igrejas aumentaram em 47. Ao mesmo tempo, contudo, a denominação viu poucas profissões de fé, menos participantes nas Escolas Dominicais, e menos contribuições monetárias.

Por muitos anos, a PCA foi uma das denominações de mais rápido crescimento nos Estados Unidos, juntamente com as Assembléias de Deus, declarou o oficial administrativo Dr. Roy Taylor à PCA.

Sam Wheatley, pastor sênior da Igreja Presbiteriana New Song, na cidade de Salt Lake, Utah, comentou, “O plano é tentar quebrar o impasse para nos ajudar a seguir adiante como denominação,” como relatado pela revista byFaith, uma publicação da PCA.

Curta-nos no Facebook

Um dos nossos valores como uma denominação é ter uma visão de 20.000 pés, ao invés de 10 pés, como a maioria dos pastores fazem dia a dia,” acrescentou.

O Plano Estratégico, especificamente, direciona desafios que a denominação enfrenta externamente com uma cultura em mudança, desafios globais, bem como, internos também.

A denominação conservadora foi fundada em um compromisso com a inerrância da Escritura como lutou contra o crescente liberalismo em outro grupo Presbiteriano. Mas em torno de 30 anos, tem havido menos unidade e mais debates em torno do que significa ser fiel à fé reformada, aponta o plano.

Quando o plano foi lançado no início deste ano pelo Comitê de Administração do PCA, foi recebido com algumas críticas.

Alguns se opõem à exigência de membros votantes a pagar uma taxa anual à comissão, que supervisiona as operações da Assembléia Geral. No entanto, a oferta de financiamento foi aprovada esta semana.

Esclarecendo a provisão das “conversas civis," Taylor enfatizou que isso não significa fóruns onde as pessoas podem "declamar heresia com impunidade." Em vez disso, ele simplesmente permite conversas de beneficência em que temas difíceis e novas idéias podem ser discutidas sem votação.

Em outro assunto, a Assembléia Geral da PCA aprovou uma abertura lidando com a eventual revogação dos militares Norte-americanos da política "não pergunte, não fale" (“don't ask, don't tell”). A abertura dirige o escritório do administrativo à petição do presidente Obama e outras autoridades federais para "a proteção e manutenção significativa do livre exercício da religião no seio das forças armadas dos Estados Unidos."

"É de extrema importância que você tome todas as medidas necessárias para garantir que os nossos capelães estejam livres, sem censura, para pregar, ensinar e praticar, em conformidade com as crenças desta denominação," afirma a petição.

A Câmara dos EUA votou maio para a revogação do "não pergunte, não fale," que proíbe homossexuais de servirem abertamente nas Forças Armadas, mas concordou em esperar até que um estudo do Pentágono seja completado, para colocar quaisquer alterações que tenham efeito.

Delegados da PCA também afirmaram uma abertura especificando que as pessoas que assistem os diáconos não podem ser ordenados.

O Presbitério da Carolina Central apresentou uma abertura pedindo que as mulheres sejam retiradas da título de “diaconisa” que algumas Igrejas estavam associando às assistentes do sexo feminino. A PCA limita o cargo de ministro, presbítero e diácono aos homens, mas permite que as mulheres ajudem os diáconos do sexo masculino no ministério da misericórdia. A abertura procurou estabelecer uma distinção clara entre os assistentes e diáconos.

A Assembléia Geral da PCA concluiu sexta-feira.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca