The Christian Post > Cotidiano|Ter, 8 Mai. 2012 11:07 AM EST

Eike Batista pode transformar prédio do Flamengo em hotel

PorLuciano Portela | Colaborador do The Christian Post

O prédio Hilton Santos, que pertence ao Clube de Regatas Flamengo, poderá ser transformado em hotel, com base em um projeto do empresário Eike Batista.

A construção fica localizada na Avenida Rui Barbosa, bairro do Flamengo, na cidade do Rio de Janeiro, de acordo com o jornal Estadão.

O acordo foi fechado entre a EBX, grupo de Eike, e o Flamengo, mas os moradores da região já se revelaram contra a ideia, e tomaram uma iniciativa a respeito.

Os residentes constituíram uma associação e planejam acionar o Ministério Público para analisar a situação.

Ainda, para se manifestarem, neste último domingo (6), aproximadamente cinquenta pessoas organizaram um protesto contra a desocupação do prédio.

O movimento consistiu em estender tiras vermelhas e faixas com queixas contra o IPTU e uma suposta sonegação de imposto por parte do Flamengo.

Curta-nos no Facebook

No momento, 46 dos 148 apartamentos do imóvel estão sob posse de moradores que foram notificados pela justiça, há duas semanas, para abandonar o conjunto dentro do prazo de um mês.

A maior parte dos habitantes não quer acatar a decisão de deixar suas residências, segundo a Associação dos Moradores do Edifício Hilton Santos.

O presidente da associação, Hilton Berredo, é neto de Hilton Santos, ex-presidente do Flamengo e antigo tutor do edifício, de mesmo nome.

Ele revelou que uma solução viável seria reestruturar a propriedade, que teria sido largada de lado pelo clube rubro-negro.

"Acredito que a recuperação do prédio e rentabilidade para o Flamengo não é incompatível com nossa permanência", afirmou Berredo.

O prédio deverá ser apropriado pela empresa REX, a partir da autorização concedida pelo Conselho Deliberativo do Flamengo, em janeiro.

A REX é uma ramificação do setor imobiliário, pertencente ao grupo EBX.

No contrato, ficou estabelecido que o Flamengo tivesse em mãos o pagamento antecipado de R$ 17,6 milhões, mais a participação de 2,63% na receita bruta do estabelecimento.

O projeto do hotel faria parte dos planos da EBX para a Copa de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016, mas a disputa na justiça pode tirar o interesse do grupo.

Eike Batista
(Foto: Reuters/Fred Prouser)
Eike quer diversificar ainda mais seus negócios

  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
  • Wanderlei Silva no TUF Brasil...
Não Perca