The Christian Post > Mundo|Seg, 23 Ago. 2010 14:33 PM EST

Entrevista: Pastor no Brasil Fala Sobre Apologética Cristã

PorRodrigo L. Albuquerque | Repórter do The Christian Post

Muitos Ministérios de Apologética atualmente ressaltam a importância da apologética cristã em que os crentes são chamados para defender as razões e o raciocínio de sua fé.

Baseado no tema da apologética cristã, o The Christian Post entrevistou o pastor João Flávio Martinez, professor de teologia e apologética no Brasil. Graduado em História pela Faculdade Dom Bosco e Teologia pela Escola de Educação Teológica das Assembléias de Deus – EETAD, ele é presidente e fundador do Ministério Apologético CACP - Centro Apologético Cristão de Pesquisas e é autor de dois livros: “Islã: sua influência nos grupos terroristas” e “Céu e Inferno: para onde vão os que morrem?”

A seguir a entrevista.

CP: Como você define a apologética cristã?

Pr. João Flávio: A palavra apologética vem da palavra grega apologeisthai, que significa "uma defesa verbal." É usada oito vezes no Novo Testamento: At. 22.1; 25.8; 25.16; ICo. 9.3; IICo. 7.11; Fp. 1.7,16; II Tm. 4.16. Por sua vez, o dicionário "Aurélio século XXI", define apologia como: "Discurso para justificar, defender ou louvar." Essa palavra aparece em I Pedro 3.15 com o sentido de dar razão, responder, justificar: "antes santificai em vossos corações a Cristo como Senhor; e estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a todo aquele que vos pedir a razão da esperança que há em vós."

CP: Qual é a importância disso para o Cristianismo no Brasil e no mundo?

Curta-nos no Facebook

Pr. João Flávio: Nos dias atuais há uma necessidade urgente de líderes cristãos que estejam comprometidos com o discernimento da verdade, à defesa da fé e à proteção do rebanho de Deus. Essa obra nem sempre é fácil, nem agradável, mas é sempre necessária. Os Cristãos devem identificar e fazer oposição ao erro doutrinário e espiritual por uma razão principal: porque Deus nos comissiona para esta obra.

CP: Quando e como você começou a trabalhar como apologista?

Pr. João Flávio: Bem, desde minha conversão sempre tive um chamado para essa problemática de evangelizar os adeptos de seita. Na verdade, quem sai ao campo entende a necessidade de se estudar a Palavra e compreender os desvios sectários. O meu ministério como apologista iniciou-se oficialmente em 1998, a partir daí não parei mais.

CP: Na sua opinião que tipos de modismos teológicos têm provocado mais mal à Igreja no Brasil?

Pr. João Flávio: Internamente falando, os modismos do neopentecostalismo são realmente bastante problemáticos e prejudiciais à Igreja Brasileira. Movimentos como o da Igreja Universal é extremamente nocivo e contraproducente ao Cristianismo bíblico no Brasil. Mas há também a Teologia Liberal que começa a tomar corpo e influenciar negativamente a Igreja Brasileira.

CP: Em que área você se considera mais especializado?

Pr. João Flávio: Sou graduado em História e na faculdade fiz a minha conclusão de curso estudando a problemática do Islamismo no mundo. Então, de todas as seitas, a que eu mais me especializei foi o Islamismo. Entretanto, devido ao meu trabalho com a apologética, meu leque de conhecimento é bastante abrangente. A vida de um apologista é um constante estudar e pesquisar.

CP: Qual é a sua visão da Igreja Cristã no Brasil?

Pr. João Flávio: Como costuma dizer-me um amigo – “O maior problema é quando o doente acredita que está em perfeita saúde.” É isso que acontece no Brasil. Esse ano fui convidado a desenvolver uma homilia na reunião de Conselho de Pastores de minha cidade. Disse a eles que se preocupassem em ganhar suas Igrejas, pois muitos crentes estavam perdidos dentro das Instituições. Disse a eles que não precisávamos do evangelho da Universal para levar Cristo às pessoas. Disse que o evangelho da Graça, que leva o homem ao céu precisava voltar aos púlpitos. Encerrei meu sermão explicitando a necessidade de deixarmos uma noiva pura para encontra-se com o seu noivo.

CP: Quais são os seus conselhos para aqueles que querem estudar apologética?

Pr. João Flávio: É indiscutível o fato da apologética se tornar cada vez mais necessária para a proclamação da Palavra de Deus. Penso que quem quer pregar o evangelho com eficiência precisa da instrumentalidade da apologética. A apologia sem o evangelismo é praticamente vã e o evangelismo sem essa ferramenta se torna cada vez mais ineficaz.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca