The Christian Post > Cotidiano|Sex, 22 Mar. 2013 15:09 PM EST

Estudantes de medicina fazem greve na UFSCar

Eles reenvidam melhores condições e cobram estágios que já deveriam ter começado

PorMaria Carolina Caiafa | Correspondente do The Christian Post

Aproximadamente 150 estudantes de medicina da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) fizeram uma manifestação em frente à reitoria na quinta-feira (21). O protesto faz parte de uma greve iniciada há sete dias em busca de melhorias estruturais no curso. Os universitários reclamam da falta de professores e cobram um posicionamento sobre os estágios que deveriam ter começado no dia 18 de fevereiro.

Nesse ato, os estudantes penduraram jalecos em um varal e fizeram barulho para chamar a atenção para as reivindicações. Um abraço simbólico da reitoria também foi feito pelos manifestantes.

A Prefeitura de São Carlos, interior de São Paulo (SP), informou que um novo contrato para os estágios está em análise na UFSCar, mas a universidade negou ter recebido o documento.

Estão atrasados ainda o 2º departamento de medicina, que vai abrigar alguns laboratórios; um centro de simulações; e o Hospital Escola. Devido a isso, os médicos preceptores, que auxiliam os alunos, começaram a pedir demissão. Assim, as atividades práticas ficaram muito prejudicadas.

A estudante do 4º ano Ana Flávia Marcelino Riccetto explica que “60% do curso já estava parado e nós [estudantes] resolvemos parar o restante, porque nós não queremos mais remendos e mais retalhos. Queremos um curso de qualidade e que traga uma educação médica de excelência na área de saúde”. E completa: “Nosso curso é muito baseado na prática, então precisamos estar inseridos na rede de saúde do município para a gente ajudar e aprender com a população”.

Alunos do 5º e do 6º anos também são prejudicados pelos atrasos e reclamam do internato, pois precisam viajar para cidades mais próximas, como Piracicaba e Rio Claro, todas no interior de São Paulo (SP), o que dificulta a locomoção dos alunos e professores, segundo os universitários.

Curta-nos no Facebook

Os problemas são antigos. Vários protestos foram feitos também no último ano (2012). Para saber mais, acompanhe o Portal dos Estudantes de Medicina da UFSCar.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca