The Christian Post > Cristianismo|Qua, 18 Dez. 2013 10:28 AM EST

Ex-ativista gay aceita Jesus, se casa com uma mulher e é criticado por sua mudança de vida

Apesar de criticado, o ex-ativista diz que não há como mudar o que Deus fez em sua vida

PorLuciano Portela | Repórter do The Christian Post

Ao abandonar sua orientação homossexual, um ex-ativista gay tomou a decisão de aceitar Jesus, se casou com uma mulher e em função de toda a mudança, passou a ser criticado por "homossexuais irados" pelo novo comportamento, de acordo com seu relato.

  • Gay
    (Foto: Reuters)
    Bandeira da causa gay erguida na frente na Suprema Corte dos EUA, em Wahington D.C.

O envolvimento de Michael Glatze com a causa gay era tão grande que chegou a ajudar a fundar a revista XY Magazine, no ano de 2007, em São Francisco (EUA), onde por muito tempo se dedicou ao trabalho de editor, até sentir que não seguia um bom caminho.

Glatze percebeu que o estilo de vida homossexual o atrapalhava quando passou por um problema de saúde, e movido por um vazio muito grande, já que não encontrava ajuda de ninguém ao seu redor, descobriu que Deus seria seu melhor ombro amigo.

Depois de se casar com Rebeca, ele escreveu uma carta aberta para manifestar sua oposição aos comentários negativos contra sua mudança, com o objetivo de controlar todo o "ódio e agressividade em blogs pró-homossexuais", conforme ele aborda.

Para ele, o manifesto não serve "para esfregar o casamento na cara de qualquer um", mas para que todos entendam que ele está firme em sua nova posição e que não mudará seu ponto de vista, mesmo com toda a torcida contra sua nova vida heterossexual e de rotina cristã.

Como Glatze vivia há dez anos com um companheiro do mesmo sexo, muitos críticos acreditam que seu casamento seja um engano e que ele logo "partirá o coração da pobre Rebeca", mas o ex-ativista argumenta que se sente firme e confortável como heterossexual e que não há como mudar o que Deus fez em sua vida.

Curta-nos no Facebook

"Eu amo o meu Deus, Eu amo minha vida. Estou grato por cada respiração. Sou grato a Deus pela humanidade. Sou grato por Rebeca... Eu não estou aqui para 'forçar uma mudança' ou 'fingir um estilo de vida' a ninguém. Estou aqui para levar uma vida positiva e honrar a Deus", encerra Glatze em sua carta.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca