The Christian Post > Cristianismo|Qui, 20 Nov. 2014 11:45 AM EST

Família de cristã torturada se pronuncia sobre o tormento e sua prisão no Paquistão

Marido e filhas de Asia Bibi pedem ajuda a Barack Obama e ao Papa

PorLuciano Portela | Repórter do The Christian Post

A filha de Asia Bibi, uma mulher cristã que está no corredor da morte no Paquistão, se pronunciou sobre a suposta tortura que a mãe teria sofrido de fanáticos islâmicos.

  • Paquistão
    (Foto: Reuters)
    Paquistaneses têm sido vítimas de ataques de fanáticos islâmicos, em função de sua fé cristã.

"Meus amigos me disseram que havia pessoas torturando minha mãe nos campos onde ela costumava trabalhar", revelou Esham Masih, que tinha nove anos na época, ao site Mail Online. "Eu corri para o local e constatei que ela estava sendo abusada e torturada por [alguns] homens".

O espancamento supostamente começou após Bibi encontrar alguns trabalhadores muçulmanos no campo onde todos trabalhavam. As mulheres da região a acusaram de ser impura por causa de sua fé cristã e disseram mais tarde que havia feito comentários depreciativos contra o profeta Maomé. Após o espancamento, Bibi foi levada em custódia e condenada a ser enforcada. Seu caso chamou a atenção internacional de organizações de direitos cristãos e das mulheres.

"Eu ainda sonho com o dia em que ela foi torturada e presa", acrescentou Masih. "Eu não conseguia dormir corretamente. Eles tinham rasgado as roupas dela. Os homens furiosos voltaram e começaram a nos torturar, e rasgar as roupas dela novamente. Eles a arrastaram para o centro da aldeia. Nós duas estávamos chorando, mas não havia ninguém para nos ouvir. Depois de uma meia hora, a polícia chegou e minha mãe me pediu para ir e encontrar o meu pai, que estava escondido na casa do meu tio. Mas ele estava apavorado demais para sair. Quando voltei, a polícia tinha levado minha mãe embora”.

Não só Masih e sua mãe foram abusadas, a outra filha de 15 anos, Esha também foi vítima de agressões.

"Todas aquelas pessoas que torturaram e abusaram da minha esposa me conheciam muito bem, mas eles não respeitaram nada", afirmou Ashiq Masih, o marido de Bibi, ao Mail Online. "Eles se tornaram tão cruéis. Eles sequer pouparam as minhas filhas e as torturaram também. Eu tive tanto medo naquele dia. Eu não acho que poderia ter ajudado a ela ou a nossa família se eu tivesse tentado salvá-la naquele dia. Eu poderia também, ter ido parar na prisão como ela, seria acusado de blasfêmia e não haveria mais ninguém para cuidar das minhas filhas”.

Curta-nos no Facebook

Sr. Masih apelou ao Papa Francisco e ao presidente dos EUA, Barack Obama, para tentar obter a libertação de sua esposa.

"Precisamos de ajuda de todos os lados", disse ele. "Barack Obama deve desempenhar um papel positivo em convencer o governo paquistanês a garantir a justiça no caso da Asia".

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca