The Christian Post > Mundo|Sab, 2 Jul. 2011 15:51 PM EST

Family Radio: Pessoas Querem Calar Voz do Fim do Mundo

PorHamlet Kim | Repórter do The Christian Post

Depois que o mundo não acabou no dia 21 de maio, como preveu Harold Camping, várias pessoas fizeram reclamações para a Comissão Federal de Comunicações (FCC), exigindo que as licenças de dezenas de estações de Rádio AM e FM da Family Radio, fossem revogadas.

Segundo o Nytimes, houve sete queixas entre 11 de janeiro e 25 de maio, que vieram de diversas regiões da nação, onde a Family Radio tem estações.

As reclamações alegam que a Family Radio criou um pânico público e enganou ouvintes que enviaram dinheiro ao ministério. Segundo o ministério, foram gastos “dezenas de milhões de dólares” promovendo a previsão de arrebatamento no dia 21 de maio.

“Ela criou uma catástrofe financeira incalculável e revogou sua responsabilidade como uma emissora de transmissão pública. Suas licenças devem ser revogadas”.

A queixa de Stevensville, Maryland, disse: “Eles estão distribuindo mensagens de ódio e homofobia no ar, incluindo: ‘Orgulho Gay é um sinal do fim do mundo’”.

O porta-voz do ministério, Tom Evans, disse em um email que não houve uma investigação formal, e, “A FCC não nos contatou, então eu não tenho interesse em comentar”.

Curta-nos no Facebook

A FCC até o momento, não tomou nenhuma medida, empregados da comissão e especialistas, entretanto, disseram que o governo federal não intervém quando envolve religião.

Na segunda-feira, a Suprema Corte concordou em ouvir um argumento da FCC de que deve ser permitido multar as empresas de radiodifusão se uma obscenidade é acidentalmente proferida durante a programação ao vivo.

Por causa da mensagem proferida, duas tragédias aconteceram em que Marlene Winelle, disse que a FCC deve se preocupar mais com os palavrões errantes da Family Radio.

Na Antioquia, em 21 de maio, Victor Frasno, como foi relatado, teria tentado alcançar Deus através do lago, e acabou se afogando pois não sabia nadar. Já em Palmdale, Califórnia, Lyn Benedetto cortou a gargante de suas duas filhas, e depois a sua própria, segundo a polícia, para que elas não sofressem no juízo final iminente. Todos sobreviveram e Benedetto, a mãe, está na cadeia aguardando julgamento.

“O ensino sobre o arrebatamento é simplesmente abusivo”, disse Winelle. Para ela não será surpresa se a FCC não interceder, visto que na cultura religiosa não é fácil responsabilizar alguém.

Harold Camping, depois da previsão ter falhado alegou que a nova data é o dia 21 de outubro. Ele está no momento fora de ar, se recuperando de um acidente vascular cerebral leve em clínica de repouso.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca