The Christian Post > Cristianismo|Qua, 11 Dez. 2013 06:29 AM EST

Feliciano conta que fiel deu um automóvel para sua filha: ‘Não é o carro que ela quer. Mas é o começo’ [vídeo]

Ele afirma que perdeu trabalhos em igrejas devido a ameaças de ativistas que não apoiam sua atuação como presidente da CDHM e, por isso, passou dificuldades financeiras

PorMaria Carolina Caiafa | Correspondente do The Christian Post

O pastor Marco Feliciano contou em uma pregação no 31º Congresso Missões dos Gideões, que foi divulgada na internet no último dia 6, que um fiel deu seu automóvel de presente para sua filha Karen Feliciano, quando ela completou 18 anos neste ano de 2013. “Não é o carro que ela quer. Mas é o começo”, disse ele.

  • Karen Feliciano
    (Foto: Facebook/Karen Feliciano)
    Karen Feliciano é filha do pastor Marco.

O contexto da pregação seria os diversos protestos, principalmente de minoriais, como grupos LGBT, que atacaram o religioso, depois que ele assumiu a presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara dos Deputados no primeiro semestre de 2013.

O parlamentar explicou: “As igrejas, aqui no Brasil, a maioria delas… Todo mundo sabe que eu tenho uma agenda concorrida. E eu chego a pregar 20... 22 dias por mês. E as igrejas desmarcaram, porque os ativistas vão para a internet e ameaçam, falando que vão fazer manifestação com trio elétrico”.

O deputado federal, eleito pelo Partido Social Cristão (PSC) de São Paulo (SP) em 2010, confessou que passou por dificuldades financeiras.

“E eu não vivo de salário de deputado. Eu tenho uma estrutura muito grande: tenho programas de televisão, tenho missionários que eu sustento, tenho famílias... E houve dias nesses últimos dois meses que eu falei: ‘Jesus, acabou tudo’”.

Ele chamou a filha Karen Feliciano para participar da pregação que aconteceu no fim de abril em Camboriú, no estado de Santa Catarina (SC). A jovem permaneceu de cabeça baixa.

Curta-nos no Facebook

Segundo ele, a família passou por dificuldades financeiras quando ela completou 15 anos. E, que, por isso, prometeu a ela que daria um carro, quando ela fizesse 18 anos, já que ela não estava ganhando uma festa de debutante. No entanto, “o dinheiro que eu tinha para pagar o carro, nós usamos para pagar as contas. Porque eu fiquei sem agenda”, fazendo referência aos compromissos profissionais que teria perdido pelos protestos.

A virada teria acontecido em um congresso evangélico em Porto Seguro, na Bahia (BA), quando muitas pessoas teriam dado dinheiro para o pastor.

Houve a participação de pelo menos 17 mil pastores, segundo ele. O convite para participar do evento foi do Apóstolo Renê Terra Nova, a quem Feliciano chama de amigo.

“Deus moveu o povo. Foi uma hora gente jogando dinheiro no meu pé”, lembra Feliciano emocionado: “Eu não pedi nada”.

Nessa ocasião, um fiel teria recebido uma mensagem de Deus para que voltasse a pé para casa e desse o carro de sua esposa para a filha do pastor.

Durante o culto, o deputado faz brincadeiras e elogiou a filha: “Linda igual o pai. Tem o mesmo temperamento que o meu. Brava que só Jesus na causa”.

E finalizou: “Jesus sempre cuidou da gente”.

A gravação, em menos de uma semana, já foi visualizada mais de 50 mil vezes. O responsável pelo espaço no YouTube seria Rodrigo Loc que pede: “Ajudem a divulgar. Compartilhem”.

No YouTube, foi apresentado ainda uma prestação de contas de 2010 enviada por Feliciano ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), na qual ele declara possuir cerca de R$ 635 mil em bens.

Feliciano não comentou o caso no Twitter até terça-feira (10). Já sua filha Karen postou fotos com a seguinte frase: “Eu não preciso da simpatia de quem não simpatiza comigo. Uma boa dose de respeito e alguns quilômetros de distância já está bom”, na noite da segunda (9).

YouTube

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca