The Christian Post > Entretenimento|Sex, 2 Ago. 2013 13:31 PM EST

'Félix carrega a luta dos homossexuais reprimidos', afirma o ator Mateus Solano

Amor à Vida pega fogo com a revelação, para toda família, que o personagem sarcástico é gay

PorMaria Carolina Caiafa | Correspondente do The Christian Post

A revelação que o personagem Félix Khoury, vivido pelo ator Mateus Solano, é homossexual está esquentando a novela das nove da Rede Globo, Amor à Vida. No capítulo da quinta-feira (1º), a mulher Edith, interpretada por Bárbara Paz, enfurecida pela decisão da separação e pelas frustações vividas ao longo dos anos com um marido gay enrustido, decide revelar a toda família, que o vilão tem um caso com um rapaz, carinhosamente chamado de anjinho.

  • homossexual Félix
    (Foto: Divulgação/TV Globo/Amor à Vida)
    O personagem homossexual Félix Khoury, vivido pelo ator Mateus Solano, é uma das atrações da novela Amor à Vida.

Solano comentou sobre a cena e disse que seu personagem “carrega a luta dos homossexuais reprimidos”. Félix possui um humor áspero e destila veneno sobre colegas de trabalho, familiares e outros que tem o azar de conviver com o administrador do hospital fictício San Magno. Após a verdade vir à tona sobre sua orientação sexual, pela primeira vez, ele foi visto fragilizado.

Na noite de quinta (1º), a novela mostrou como uma revelação como essa tem reações em todas as pessoas da família. Apesar dos trejeitos e das características afeminadas de Félix, que deixavam a homossexualidade subentendida, a exposição da realidade choca e mexe com todos.

O filho Jonathan [Thales Cabral] afirmou que essa foi a primeira vez que recebeu um abraço sincero do pai distante e repressor. O pai César [Antônio Fagundes] culpou a esposa Pilar [Susana Vieira] pela orientação sexual do filho: “Eu não tenho preconceito. Quem quiser ser gay, que seja! Não meu filho, não o Félix, que carrega meu nome. [...] Ele casou, teve um filho, eu me dei por satisfeito”, desabafou o médico. A mãe tentou ponderar: “Você não tem lido sobre casamento gay, não é? Sobre as mudanças na sociedade”. Ela ainda lembrou da pressão feita, no passado, pelo pai para o filho se casar. “[Félix] fez o que você quis e não o que ele quis”, acusou ela.

A conversa entre César e Félix é uma das principais atrações desta sexta-feira (2).

A irmã Paloma [Paolla Oliveira] foi a que melhor compreendeu a situação do irmão. Ela disse: “principalmente você vai precisar se aceitar”. Ela ainda brincou que só não aceitaria que o irmão roubasse seu amor Bruno [Malvino Salvador].

Curta-nos no Facebook

O ator declarou seu afeto pelo personagem: “meu amor pelo Félix [...] é cada dia maior. É um barato, um bafo!”. Solano comentou ainda sobre um futuro que imaginou para o irônico administrador: “Eu cheguei até a cogitar que o Félix seria preso e que encontraria um negão na cadeia que faria ele feliz, ou coisa parecida”.

Mateus Solano falou sobre a qualidade e a inteligência do texto do autor Walcyr Carrasco para tratar dessa delicada questão do mundo LGBT: “A cena com o Jacques [Júlio Rocha], no restaurante japonês, foi uma que me emocionou de ler. Ele fez uma belíssima comparação entre o gosto adquirido que a gente tem pela comida japonesa, que nós ocidentais não nascemos gostando, e o gosto adquirido que o Félix tomou pela família, por ter uma mulher e um filho, que não é da natureza dele, a natureza dele é homossexual. E no final, o Félix diz: ‘mas sinceramente, eu prefiro a comida japonesa’. É muito bonito e muito triste, mostra uma tristeza que está aí, pulsante, em tantos homossexuais, há tanto tempo na sociedade”.

O ator teve criação judaica, é casado com Paula Braun e seu pai é diplomata.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca