The Christian Post > Entretenimento|Ter, 27 Nov. 2012 10:56 AM EST

‘Globo me ataca e ataca a Igreja Universal por causa da Record’, diz Edir Macedo

PorAmanda Gigliotti | Repórter do The Christian Post

Em entrevista à revista IstoÉ, o bispo Edir Macedo, líder da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) desabafou que a Globo ataca a ele e à IURD por causa da Record.

  • Globo pode mudar nome de novela para evitar rejeição de evangélicos
    (Foto: Divulgação)

Dono de uma das maiores emissoras do Brasil, Edir Macedo disse que a “certos setores da sociedade”, como a Globo e o Vaticano, estão incomodados com a perda de “espaço” e “privilégios”.

“Há um claro preconceito por trás disso. Uma postura agressiva velada. Ou alguém duvida que a Globo só me ataca e ataca a Igreja Universal por causa da Record? Para eles, a Record é uma ameaça”, afirmou ele à publicação.

Como exemplos do “incômodo” da emissora, o líder religioso relembra que no tempo de sua prisão, a Globo transmitiu uma cena de novela, em que uma atriz prestes a ter relações sexuais, jogou o sutiã em cima da “Bíblia Sagrada”.

“Você tem ideia do que isso significa? Uma afronta ao símbolo maior da fé cristã.”

Ele explica a sua indignação, dizendo que a "Bíblia" não é um livro sagrado apenas da Igreja Universal, mas de todos os cristãos.

Curta-nos no Facebook

“E o que aconteceu? Nada! Muita gente aplaudiu, achou bonito”, disse.

A mesma emissora, disse Macedo, foi a que começou a patrocinar recentemente os eventos de música gospel.

“Dá para acreditar nas intenções dessa empresa? Estranho, não é?” questionou ele, referindo-se aos investimentos da Globo no público evangélico.

Quanto aos católicos, o líder afirma não ter nada contra eles, e diz que eles são em maioria formada “por gente sincera e de bem”.

Entretanto, Edir Macedo diz que eles, da Igreja Universal, são ainda tratados com preconceito e considerados “seita” para os católicos.

“Depois de 35 anos, apesar do trabalho social e espiritual desenvolvido pela Igreja Universal, ainda somos tratados com preconceito, mas vamos em frente, vamos arrebentar de qualquer maneira.”

Apesar das críticas e polêmicas em torno do líder, ele afirma que o seu principal objetivo é pregar o Evangelho. E aponta para o trabalho de recuperação social e espiritual que a Igreja Universal vem realizando na sociedade.

Para ele, o sucesso da Universal, que hoje está presente nos mais diversos países com grande número de atendentes, é que os membros têm a "riqueza da salvação da alma".

“Aceitar o Senhor Jesus como seu Salvador é o único caminho da salvação eterna da alma. E essa é a maior riqueza de qualquer pessoa. Não existe bem maior do que a salvação da nossa alma.”

Os milagres, segundo ele, não é charlatanismo como muitos apontam, mas eles são manifestações de fé como os exemplos contidos na Bíblia.

“Temos milhares de histórias reais de pessoas que experimentaram esses milagres e podem atestar, nos dias de hoje, a veracidade das promessas cristãs,” justificou.

“Mas o maior milagre é a conquista da fé inteligente, capaz de gerar uma mudança radical de comportamento, a transformação completa de pensamentos e de valores.”

  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
  • Wanderlei Silva no TUF Brasil...
Não Perca