The Christian Post > Tecnologia|Dom, 3 Jul. 2011 14:06 PM EST

Google +: Fundador do Facebook Já É Usuário

PorHamlet Kim | Repórter do The Christian Post

Fundador do Facebook Mark Zuckerberg entrou junto com a multidão para tirar uma fatia do bolo do sucesso da rede social Google +.

Uma rápida promessa de “lançar uma coisa impressionante” na próxima semana, mostrou seu medo de perder usuários do Facebook para o bebê do Google.

Para o fundador do MySpace, Tom Anderson, o Google + parece realmente estar preparado para fazer bem partindo da premissa original de que “tudo fica melhor quando é social”.

“Ao contrário [Facebook], Twitter, ou qualquer outra pessoa, Google já tem o conjunto mais avançado de produtos. E se eu posso ver claramente onde isso está indo, então eu acho que o que estamos recebendo é um Google muito melhor,” acrescentou Anderson.

Uma das vantagens do Google+ é que ele permite aos usuários fazer suas postagens de acordo com seus círculos de amigos escolhidos.

A rede social do Google, assegura o controle completo dos usuários sobre quem vê as suas postagens e está trabalhando para desativar uma postagem ou comentário se quiser para aumentar a privacidade.

Curta-nos no Facebook

Em contrapartida, o Twitter pode apenas fornecer uma plataforma pública, ficando disponível para qualquer outra pessoa ver. Além disso, a pesquisa do Twitter não desreferencia URLs, então você não pode buscar por referências para um artigo em particular.

No Google + ficou fácil fazer publicidade para uma postagem, à medida que os editores de conteúdos colocam atenção no Google, a partir de uma otimização de motor de pesquisa.

“Você pode começar a ver o que o Google+ faz pelo Gmail? YouTube? Sem mencionar busca? O sistema de +1 que o Google agora tem o controle pode realmente influenciar e mudar a natureza de sua pesquisa,” disse Tom Anderson.

O Google + também tem um sistema mais fácil para os usuários que desejam sair dos serviços em comparação com o Facebook. No Facebook, os usuários tem que esperar duas semanas para a “desativação”.

Uma pesquisa recente feita pela ComScore em Maio mostrou que 180 milhões de pessoas visitaram sites do Google, incluindo YouTube, comparado com 157,2 milhões no Facebook.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca