The Christian Post > Política|Seg, 9 Ago. 2010 11:41 AM EST

Gov. Califórnia Urge ao Juiz Federal a Retomar Casamentos Gay

PorLawrence D. Jones | Repórter do Christian Post tradutor Amanda Gigliotti

O Governador da Califórnia Arnold Schwarzenegger e Procurador Geral Jerry Brown pediram a um juiz federal, na sexta-feira, para permitir casamentos do mesmo sexo, na Califórnia, para retomar imediatamente após uma decisão histórica federal sobre o assunto que tornou-se público.

  • Schwarzenegger
    (Foto: AP / Marcio Jose Sanchez)
    Gov.da Califórnia Arnold Schwarzenegger fala durante uma reunião do Conselho de Bay Area, em Santa Clara, Califórnia, sexta - feira, 6 de agosto de 2010. Governador da Califórnia Arnold Schwarzenegger, que vetou duas vezes a legislação que teria legalizado o casamento do mesmo sexo, tem surpreendido os apoiantes dos direitos dos homossexuais, instando um juiz federal a permitir aos casais homossexuais a retomarem o casamento no estado sem mais demora.

Em sumários separados, o governador e o procurador-geral disseram ao juiz Vaughn Walker do Tribunal de Justiça do Distrito para o Distrito do Norte da Califórnia, que se opõem à proposta pelos defensores da Proposição 8 da Califórnia para uma pausa, enquanto eles apelam da decisão proferida pelo Walker, dois dias antes.

Em decisão histórica, Walker havia determinado que as pessoas do mesmo sexo tinham o direito de casar-se e a decisão da maioria de definir o casamento como a união entre um homem e uma mulher - como tinha feito a Prop. 8 - viola esse direito.

"a reprovação moral por si só é uma forma imprópria de se negar direitos aos gays e lésbicas," escreveu o juiz na sentença de 136 páginas, lançado quarta-feira.

"A evidência mostra, conclusivamente, que a Proposição 8 decreta, sem razão, uma visão moral privada de que casais do mesmo sexo são inferiores aos casais o sexo oposto," acrescentou ele, anulando, efetivamente, a Prop. 8.

Rapidamente, após a decisão se tornar pública, os advogados para os adeptos da Prop.8 disseram que apresentariam um recurso para suspender imediatamente a ordem de Walker.

Curta-nos no Facebook

Em resposta à oferta de uma pausa, os advogados do governador entraram com uma ação declarando que a administração "acredita que o interesse público é melhor servido por permitir que a decisão do Tribunal de Justiça entre em vigor, restabelecendo o direito de casais do mesmo sexo de se casarem na Califórnia."

Brown, por sua vez, alegou, em sua declaração que não há justificativa para uma pausa porque Walker realizou um estudo completo, "demonstrado, conclusivamente, que a Proposição 8, é inconstitucional."

Notavelmente, Schwarzenegger e Brown foram ambos chamados como réus na ação federal apresentada no ano passado contra a Prop. 8. Ambos, no entanto, se recusaram a defender a iniciativa.

Em vez disso, os patrocinadores da Prop. 8 intervieram para defender a emenda aprovada pelo eleitor, no julgamento, antes de Walker.

A Prop. 8, que os eleitores californianos aprovaram em 2008, efetivamente, define o casamento na Constituição do Estado, como a união entre um homem e uma mulher. A emenda foi aprovada por 52 por cento dos eleitores da Califórnia.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca