The Christian Post > Cristianismo > Jovens|Ter, 8 Nov. 2011 10:24 AM EST

Grupo Distribui Abraços em Praça em Criciúma

PorJussara Teixeira | Colaboradora do The Christian Post

Um grupo de 16 jovens da igreja evangélica Casa de Israel tomou uma iniciativa inusitada para mostrar simbolicamente o amor de Deus durante as atividades Pró Cultura, que aconteceram em Criciúma, Santa Catarina, em referência ao Dia Nacional da Cultura.

  • evangélicos
    (Foto: Igreja Assembleia de Deus em Balneário Camboriú)
    Um grupo de jovens evangélicos da igreja evangélica Casa de Israel tomou uma iniciativa inusitada para mostrar simbolicamente o amor de Deus durante as atividades Pró Cultura, que aconteceram em Criciúma, Santa Catarina, em referência ao Dia Nacional da Cultura.

Os jovens ofereceram abraços aos transeuntes da praça Nereu Ramos, localizada no centro da cidade, no sábado de manhã.

O grupo, conhecido como Shamash iniciaram o movimento de distribuir abraços em 2009, influenciados pela ação “Free Hugs – Abraços Grátis”, organizada em diversos países.

Segundo a coordenadora do grupo, essa é uma forma de transmitir o amor de Deus.

De acordo com o site Engeplus.com, ela afirmou, aos risos: “nós lidamos com diversas reações, alguns estão acostumados e nos abraçam, já outro rejeitam o carinho”, comentou sobre as abordagens que realizam.

é a primeira vez que o grupo participa do movimento na praça Nereu Ramos.

Curta-nos no Facebook

No palco montado no centro da cidade eles também apresentaram uma peça chamada “Proclamação”.

Com a chegada do fim de ano e a temporada de verão, em que as praias lotam de turistas de todas as partes, eles pretendem passar por elas distribuindo abraços.

Dia Nacional da Cultura

No dia Nacional da Cultura Criciúma pode desfrutar de diversas apresentações em vários pontos da cidade.

Foram montados nas praças do município 12 palcos trazendo artistas de 20 cidades de Santa Catarina para o evento denominado Pró Cultura.

Foram reúnidas quase 3 mil pessoas só na praça Nereu Ramos.

A ação teve como objetivo defender algumas questões, como a adequação por parte do Governo do Estado ao sistema Federal de Cultura, já que o prazo encerra no dia 31 de dezembro. O sistema precisa ter um gestor cultural, o que Criciúma já possui.

Porém, devem ser designadas as ações para os próximos 10 anos. De acordo com o presidente da Fundação Cultural de Criciúma (FCC), Sérgio Zappelini, “se isso não for feito os projetos da União nós vamos receber, mas para o Estado não virá nada”, explicou.

Outra questão levantada é quanto a PEC 150, que proporcionará o aumento da receita em prol da Cultura, na proporção de 2% do Governo Federal, 1,5% do Estadual e 1% do Municipal.

“O projeto está parado no Congresso Nacional. Atualmente a cultura recebe 0,6% do orçamento da União, e o 2% representa R$ 5,3 bilhões”, ressaltou o presidente à publicação catarinense.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca