The Christian Post > Política|Ter, 30 Mar. 2010 17:41 PM EST

Grupo se Ofende com a Cobertura da Mídia de ‘Guerreiros Cristãos’

PorEthan Cole | Christian Post Reporter

Veículos da mídia convencionais são viés em suas reportagens sobre os nove auto-identificados "guerreiros cristãos" acusados de conspirar para matar policiais, afirma um grupo cuja missão é responder a difamação anti-cristã.

  • warrior
Related Topics

Mesmo que os membros da milícia chamam Hutaree, que dizem que significa "guerreiro cristão", o seu alegado plano violento "é absolutamente contrário ao Cristianismo," disse o Dr. Gary Cass, presidente da Comissão de Anti-Defamação Cristã.

"Eles podem ter associado ilicitamente a fé cristã para justificar suas intenções assassinas, mas é difamatório para a mídia manter-se se referindo a eles como cristãos", disse Cass. "Eles são simplesmente terroristas".

Autoridades federais prenderam na segunda-feira nove pessoas acusadas de planejar matar um oficial da lei de Michigan e, em seguida atacar policiais durante o funeral. Seis dos membros são residentes de Michigan, um é de Indiana, e os outros dois são de Ohio.

A acusação diz que Hutaree queria usar dispositivos explosivos improvisados sobre os veículos que transportem polícia durante o cortejo fúnebre.

O procurador-geral Eric Holder chama os militantes presos homens e mulheres “extremistas anti-governo".

Curta-nos no Facebook

Hutaree, na "seção" Contate-nos de seu website, cita a Bíblia fora de contexto para apoiar a sua missão. Hutaree aponta Lucas 22: 35-37, por exemplo, que diz: “E disse-lhes: ‘Quando vos mandei sem bolsa, alforje, ou alparcas, faltou-vos porventura alguma coisa? ’ Eles responderam: ‘Nada. ’ Ele disse-lhes: ‘Mas agora se você tiver uma bolsa, tome-a, e também um saco, e se você não tiver uma espada, venda a sua capa e compre uma’".

Hutaree afirma a referência às espadas na Bíblia significa "Jesus queria que eles estivessem prontos para defender a nós mesmos com a espada e permanecer vivo usando o equipamento", "de acordo com seu website.

Mas a interpretação cristã dominante dos versos é que Jesus está fazendo referência à perseguição que vem que os seus discípulos terão de enfrentar após a sua morte.

Os discípulos também mal interpretaram as palavras de Jesus, literalmente, como espadas e disseram: "Olha, Senhor, eis aqui duas espadas."

Jesus frustrado termina a conversa e responde: "Basta."

No mesmo capítulo, Jesus é preso no Monte das Oliveiras, e este é o único momento em que seus discípulos usaram espadas estão gravados. Um de seus discípulos (Lucas 22:50) corta a orelha de um servo do sumo sacerdote, mas Jesus repreendeu seus discípulos, dizendo: " Deixai-os; basta!" E curou a orelha do homem com seu toque.

Hutaree diz que conhece "muita gente, mesmo os Cristãos" não concordam com o que está fazendo, mas ele acredita que a Bíblia apóia suas ações.

Cass da Christian Comissão Anti-Difamação chama os membros do Hutaree "insanos".

Ele disse que é "hipocrisia" de principais organizações de notícias resistirem chamar alguém que exerce Jihad por causa de sua fé de "terrorista islâmico" por medo de ofender aos muçulmanos.

"Mas quando uma pessoa insana afirma ser um Cristão e faz algo completamente contrário à fé cristã, a mídia continua a fazer a associação difamatória", argumentou Cass. "é hora de a imprensa acabar com este padrão duplo transparente.”

A audiência da fiança para os nove suspeitos foi definida para a tarde de quarta-feira.

  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
  • Wanderlei Silva no TUF Brasil...
Não Perca