Print CP Article

Haggard Atrai 160 Pessoas para a Nova Igreja

Mon, Jun. 07, 2010 Posted: 08:02 PM EST


Quase quatro anos depois de ser demitido de sua Igreja anterior, Ted Haggard retornou ao púlpito no domingo como um homem “mudado” e com uma nova Igreja.

Segundo The Gazette, umas 160 pessoas se reuniram no celeiro perto do lar de Haggard em Colorado Springs para o primeiro culto da Igreja de St. James.

Haggard a chamou de sua “manha de Páscoa” enquanto ele se ressuscitou num papel de pastor.

Desde 2006 quando um ex-prostituto reivindicou que o pastor bem-conhecido o pagara para fazer sexo e também tomara metanfetamina, Haggard esteve reconstruindo sua vida com sua esposa, Gayle, e sua família.

Na semana passada, ele falou para Joy Behar da CNN que enfrentou vergonha, e sofrimento mas também amor, compaixão e entendimento.

E ele saiu disso como “um homem melhor, um homem mudado,” declarou ele.

“Eu vejo as pessoas diferentemente,” falou o pastor de St. James. “Quando eu vejo as pessoas passando por uma luta, eu não condeno, eu não critico. Eu quero ser prestativo e incentivador, é assim que eu vejo as coisas agora.”

Antes do escândalo, Haggard era o presidente da Associação Nacional de Evangélicos e o pastor da Igreja de Vida Nova, uma mega-igreja proeminente que ele fundou quando tinha 28 anos. Quando ele foi despedido pela Igreja Nova, ele concordou em sair de Colorado Springs e não falar sobre o escândalo publicamente até 2008.

Ao longo dos últimos dois anos, Haggard esteve retornando a estanr o centro das atenções, começando com a promoção de “As Tribulações de Ted Haggard,” um documentário produzido por Alexandra Pelosi que estreou no HBO, e dando umas indiretas de sua Igreja nova.

Ele começou a ter reuniões oratórios em sua casa no ano passado. Ele acentuava que as reuniões regulares não eram um estabelecimento da igreja. Mas existia ceticismo sobre suas intenções porque a reunião atraiu mas de 100 pessoas.

No mês passado, Haggard incorporou a Igreja de St. James e explicou para The Gazette que é a organização sem fins-lucrativos era um jeito em qual ele e sua esposa pudessem ser remunerados por seus gastos de viagem que eles incorram enquanto eles visitam igrejas no país para dar palestras.

Não foi até a quinta-feira passada que ele declarou que estaria lançando uma igreja nova.

Ele acentuou que St. James é uma igreja para pecadores e que todo mundo seria bem-vindo a atender.

Ele não justifica a sua autoridade como um pastor ou um líder espiritual, ele já disse. Mas ele acredita que ele é qualificado para ajudar as pessoas.

Quando ele foi pressionado por Behar do CNN se ele acha que o homossexualismo é um pecado, ele respondeu, “Sexualidade, não importa qual grupo seja, é complexo, é confuso e algumas pessoas têm uma sexualidade saudável, enquanto outras pessoas têm uma sexualidade insalubre. Elas estão na suas próprias jornadas com Deus. Elas têm que se virar com isto. E o que vamos fazer na Igreja de St. James é encorajá-las na sua luta para que elas fiquem felizes com suas vidas.

Durante a primeira missa de St. James no domingo, varias pessoas deram testemunhos mostrando o seu apoio para o Haggard e a nova Igreja.

Audrey Barrick


Copyright © Christianpost.com. All rights reserved.