The Christian Post > Entretenimento|Sab, 16 Jul. 2011 13:49 PM EST

Harry Potter e Relação com o Cristianismo: Amor e Fé São Forças Condutoras

PorHamlet Kim | Repórter do The Christian Post

Harry Potter, diferentemente de "As Crônicas de Narnia" ou "O Senhor dos Anéis", é menos interessado em ensinar a doutrina e mais sobre fazer perguntas.

  • harry potter
    (Foto: Movie Poster DB)
    A Warner Bros tem nos providenciado muitos cartazes de “Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 2” para se certificar que estamos preparados.

Harry Potter levanta questões que mesmo os Cristãos querem responder. Elas tem a ver com o mal e a morte, por exemplo: qual o tipo de poder que o mal tem sobre nós?

"é possível manter relacionamentos além-túmulo, assim como Harry procurou em ter relacionamento com seus pais falecidos?"

"Vale a pena acreditar em Deus, ou, para aqueles no mundo de Harry Potter, amor, sem evidência de seu poder transformador?"

Danielle Elizabeth Tumminio, sacerdote episcopal, fala sobre as essas questões que Harry Potter, principalmente o Relíquias da Morte: Parte 2, tenta responder.

Para ela, a razão pela qual a série de Harry Potter ressoa em muitos é que a jornada de Harry é a nossa jornada, o que ele procura, nós procuramos.

Curta-nos no Facebook

Tumminio enfrentou a dor por seu pai ter uma doença chamada Esclerose Lateral Primária (PLS), que é progressiva, incurável e imobiliza os músculos sem afetar a mente.

Se sentindo oprimida pela doença de seu pai que lutava para cortar os alimentos com a faca, ela pensou em Harry Potter. "Qual a importância que os livros tiveram para ela, ofereceram consolo?" ela se perguntou. "Seria essa consolação anti-ética para a fé cristã?"

No Harry Potter Relíquias da Morte, quando Harry caminha em direção ao seu inimigo Voldemort na Floresta Proibida, ele se encontra rodeado daqueles que já haviam morrido: seus mentores, Sirius e Lupin, e seus pais, James e Lily.

Lily diz: "Você tem sido tão corajoso." Harry pergunta: "Você vai ficar comigo?" Ela responde: "Até o fim."

"é a comunidade e amor que nos vêem através mesmo das maiores perdas... é a amizade e a fé que nos ajudam a andar ou dirigir, como eu estava fazendo naquele momento - bravamente ao nosso destino."

Tumminio diz "ai eu encontrei consolo."

No último filme, diz ela, vamos ver Harry como um diferente tipo de buscador, que luta com sua fé. Seu mentor, Dumbledore, é ausente em um momento do mal, enquanto o mundo bruxo está sujeito a uma campanha tipo Hitler de abolir a todos aqueles que não forem descentes puros de bruxos.

Tumminio diz que apesar de Dumbledore ter ensinado a Harry que a única maneira de derrotar Voldemort é através do amor, essa força tem sido seriamente posta em questão.O amor parece não ser de confiança com a subjugação e a violência, além de uma imagem de Dumbledore manchada.

Entretanto, ela afirma que quando a fé de Harry Potter se enraíza no amor, as coisas transformadoras podem acontecer. Através disso ela diz, "Busque com todo o seu coração e toda a sua alma com seus amigos mais próximos ao seu lado. Se você fizer isso, você pode encontrar-se em um caminho imprevisível para lugares que você nunca soube que existia."

"Você pode conhecer pessoas tão diferentes de você, que elas poderiam ser apropriadamente chamadas de um centauro e você um elf. Você pode andar em uma floresta escura e proibida. Você pode batalhar contra o seu maior inimigo."

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca