The Christian Post > Mundo|Seg, 19 Mai. 2014 04:46 AM EST

Holocausto é um mito e uma 'história exagerada', diz pesquisa sobre atitudes anti-semitas

A pesquisa aponta que o Oriente Médio e a África Setentrional é onde predomina o anti-semitismo

PorLuciano Portela | Repórter do The Christian Post

Uma recente pesquisa global, a respeito da opinião das pessoas sobre judeus, entrevistou cerca 53.100 cidadãos de 101 países e constatou que um terço das pessoas acredita, que o massacre do Holocausto é um mito. O erro de amostragem para média global é de 0,97%.

  • Israel
    (Foto: Reuters)
    Bandeira de Israel, berço do Judaísmo e terra prometida por Deus aos hebreus, segundo suas escrituras.

O levantamento encomendado pelo grupo Anti-Defamation League (Liga Anti-Difamação ou ADL) informou que apenas 54% dos entrevistados sabiam do Holocausto, onde se estima que seis milhões de judeus foram mortos, sob a liderança da Alemanha nazista de Adolf Hitler, na Segunda Guerra Mundial.

Dentro destas condições, a pesquisa também indicou outros aspectos tidos como anti-semitas, como acreditar que o Holocausto não passa de um mito ou uma "história exagerada" ou que "os judeus são mais leais a Israel do que ao determinado país em que vive".

A maior parte do ponto de vista anti-semita pode ser observado no Oriente Médio e no Norte da África, onde 75% das pessoas pensam ser "provavelmente verdade" o fato de que "as pessoas odeiam judeus por causa da maneira que os judeus se comportam".

Entre os países europeus, a Grécia se enquadra como o maior fora do Oriente Médio ou da África Setentrional com ponto de vista anti-semita. Já os dez países com menor comportamento anti-semita são o Laos, as Filipinas, Suécia, Holanda, Vietnã, Reino Unido, Estados Unidos, Dinamarca, Tanzânia e Tailândia.

Especialista do site Bloomber, Leonid Bershidsky, indica que o resultado da pesquisa é um "reflexo simplista de um quadro global muito variado de preconceito étnico e religioso". O estudo foi o primeiro realizado em uma escala tão grande pelo mundo.

Curta-nos no Facebook

Apesar da dúvida e do desconhecimento de alguns, o Holocausto exibe muitas evidências e alumas delas têm sido descobertas recentemente, ou seja, há uma forte chance do massacre ter tido campos ocultos que trariam estatísticas ainda maiores do número de mortos, como é o caso de Treblinka, leste da Polonia, onde 900 mil pessoas teriam sido mortas.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca