The Christian Post > Política|Sab, 5 Jun. 2010 21:31 PM EST

Igrejas da Costa do Golfo Buscam a Ajuda de Deus

PorAudrey Barrick | Repórter do Christian Post tradutor Amanda Gigliotti

Com um terço das águas federais no Golfo do México, agora fechado à pesca e o petróleo continuamente a se espalhar, as Igrejas locais estão se unindo no domingo para um dia de oração.

  • gulf coast
    (Foto: AP Images / Dave Martin)
    Pessoas caminham próximo à mancha marrom escura de petróleo parada, nas Praias do Golfo, Alabama, 5 de junho de 2010. O óleo do desastre do Horizon Deepwater começou ser trazido para as praias do litoral da Flórida e do Alabama.

Eles estão chamando de Oração do Dia do Derramamento de óleo e entre os participantes incluem a Igreja Wesleyana, a Igreja do Nazareno e Batistas do sul.

"O derramamento de petróleo atual não somente está causando danos à costa, terras pantanosas, ao golfo e ao futuro da exploração de petróleo, mas ao futuro econômico de vários [Estados]", disse o Dr. Dan Berry, o superintendente da Igreja Wesleyana do distrito Costeiro do Sul. "Este é um caso de denominações que vêm junto, dizendo que estão desesperadas."

Alguns 23 a 47 milhões de galões de petróleo foram derramados no Golfo desde que o equipamento de perfuração do Deepwater Horizon explodiu e afundou em 20 de abril. é o pior vazamento de petróleo na história dos EUA.

O presidente Obama prometeu estar com o povo da Costa do Golfo e dar uma resposta forte ao desastre provocado pelo homem.

Em seu discurso no sábado, Obama falou de Grand Isle, Louisiana, e informou o público americano que 17 mil soldados da Guarda Nacional foram implantados para ajudar na resposta, mais de 20.000 pessoas estão trabalhando dia e noite para proteger as águas e costas. Centenas de cientistas e engenheiros de todo o mundo têm sido empregados e mais de 1.900 navios estão ajudando na limpeza. Além disso, mais de 4,3 milhões de pés de crescimento foram mobilizados para conter o derramamento.

Curta-nos no Facebook

"Em suma, esta é a maior resposta a um desastre ambiental do tipo na história do país", disse Obama.

Depois de falar com os moradores locais e donos frustrados de pequenos negócios, incluindo os da indústria do camarão e ostra, Obama disse que o derramamento prejudicou a subsistência e acabou com comunidades inteiras.

"As pessoas sentem raiva não apenas pelo dinheiro que perderam. Eles passaram por momentos difíceis antes", observou ele. "é sobre o reconhecimento doloroso que desta vez a sua vida nunca mais será a mesma. Essas pessoas trabalham duro ... Mas agora, por causa de uma catástrofe feita pelo homem, que não é culpa deles e vai além de seu controle, suas vidas foram jogados ao tumulto. é brutalmente injusto, é errado. "

BP colocou uma tampa sobre o poço de petróleo, na quinta-feira e informou que está havendo um progresso na coleta do óleo.

No entanto, o vazamento está constantemente se alastrando pelas praias da Flórida e na costa do Golfo Pérsico continua a ter um esforço maciço de limpeza à frente deles.

Igrejas vêem a oração como sua única esperança.

"Os homens têm tentado por várias semanas interromper o fluxo de petróleo e até o momento, todos falharam", observou Berry. "Nós precisamos recorrer a Deus para parar o fluxo agora. Nosso Deus parou o fluxo de água para Israel cruzar o Mar Vermelho e Ele pode cessar o fluxo a partir desta ruptura bem."

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca