The Christian Post > Política|Qui, 16 Mai. 2013 09:43 AM EST

Jean Wyllys comemora aprovação do CNJ do casamento gay e diz que luta continua

O deputado rebate critica aos deputados que avaliam a decisão como inconstitucional

PorAdoniran Peres | Correspondente do The Christian Post

O deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) comemorou a provação pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), desta terça-feira (14), em que obriga os cartórios a realizarem o casamento civil e converterem a união estável homoafetiva em casamento. O deputado afirmou que ainda vai lutar para aprovar a união homossexual também no Congresso Nacional. “Minha felicidade vai ser completa quando a gente conseguir legalizar o casamento e der força de lei a essa decisão que é do judiciário. Quem vai dar a força é o congresso nacional. Na prática o casamento é legalizado. Temos que lembrar que o acesso a justiça não é amplo, então, precisamos dar força de lei a isso”, analisa Jean.

  • jean-wyllys
    (Foto: Divulgação)
    Deputado e ex-BBB, Jean Wyllys, do Partido Socialista.

A entrevista foi concedida na noite desta quarta-feira (15) a TV Estadão. O deputado rebateu as criticas dos parlamentares “conservadores” em que se posicionaram contra a aprovação do CNJ dizendo que é inconstitucional. “E ao contrário de alguns deputados dizerem que judiciário está legislando no lugar legislativo, eu recebi com bom grado, porque se o legislativo é omisso e não aprova o que estende a democracia plena aos homossexuais, nada mais justo que o judiciário fazer isso”, analisa Jean.

Jean Wyllys conta ainda que um grupo de deputados estão tentando revogar a decisão do CNJ que, segundo ele, não tem como conseguir. “O que tem aqui é um grupo de deputados, na qual posso dizer que são quase maioria. Eles falam em nome da sociedade, mas a sociedade concreta na real é bastante diferente da que eles defendem. A reação dos deputados conservadores, em especial aqueles deputados que pertencem à bancada fundamentalistas, começaram a reagir com discursos na tribuna que pretende sustar a decisão do CNJ. Mas não vão conseguir. A decisão do CNJ não vai cair coisa nenhuma”.

O deputado Jean Wyllys ressaltou que mesmo acreditando que os deputados contrários não vão conseguir anular a decisão do CNJ, o fato de tentarem revogar mostra a impossibilidade da lei ser aprovada no Congresso Nacional. “Isso mostra que eles não tem interesse em estender a cidadania a população LGBT. O simples fato de sustar a decisão do CNJ já mostra que essas pessoas não tem interesse em legalizar”.

Antes da provação do CNJ, as decisões de validação dos pedidos de conversão de união estável em casamento para os casais homossexuais ficavam a critério de cada cartório de conceder ou não. Com a decisão, segundo o texto da resolução, caso haja alguma recusa por parte do cartório em concretizar o casamento civil, o casal poderá comunicar o juiz corregedor do Tribunal de Justiça local, que tomará as providências cabíveis.

Curta-nos no Facebook

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca