The Christian Post > Cristianismo|Qua, 19 Set. 2012 14:31 PM EST

Jesus Cristo foi casado? Fragmento de papiro não se compara às Escrituras, aponta apologista cristão

PorAndrea Madambashi | Repórter do The Christian Post

Uma pesquisadora da Unviersidade de Harvard, nos Estados Unidos, causou controversa dentro do Cristianismo, revelando um texto de um papiro não cientificamente datado, que indica que Jesus Cristo poderia ter sido casado. O texto reflete questões trazidas por cristãos na época depois de sua morte, sobre sua sexualidade e casamento.

  • papiro
    (Foto: Reuters)
    Fragmento de papiro, cujo texto, não cientificamente datado, provavelmente do século 4 indica questões levantadas pelos cristãos da época sobre se Jesus era casado.

O fragmento, que está bem danificado no verso com apenas algumas letras visíveis, tem oito linhas de texto e parte dele diz “Jesus disse a eles, ‘minha esposa’”, segundo uma tradução feito a partir do copta, uma língua egípcia antiga.

Karen King, especialista em religião, diz que o texto, não é uma prova de que Jesus foi casado, mas de que toda a questão surgiu como parte de debates sobre sexualidade e casamento numa era que seguiu a sua morte.

“Desde o início, cristãos discordavam se era melhor não casar, mas foi apenas mais de século depois da morte de Jesus que começaram a recorrer à condição matrimonial dele para apoiar suas posições."

A pesquisa que abre a possibilidade de que Jesus tenha sido casado causa controvérsias entre os cristãos que acreditam na sua castidade e vida santa.

O pastor cristão Natanael Rinaldi, considerado um dos ícones entre os apologistas brasileiros, disse ao The Christian Post que, em primeiro lugar, a língua copta não era uma língua comum utilizada nos tempos de Jesus. Na época, diz ele, os idiomas utilizados eram o aramaico, o hebraico, e o grego, indicando que isso torna o texto distante da realidade da época.

Curta-nos no Facebook

“Devemos aceitar isso como cautela até que se façam mais estudos”, disse ele ao CP.

Rinaldi ainda aponta para o escritor da Bíblia, Lucas, autor do terceiro Evangelho, onde ele relata a vida e o ministério de Jesus, detalhando a história dos acontecimentos de Seu nascimento até a Sua Ascenção.

Segundo Rinaldi, ele foi muito específico e sua pesquisa não foi baseada em informações de terceiros, mas de fatos. “Ele viveu com aquelas pessoas que tiveram contato com Jesus e colheu informações mais seguras do que isso”, afirmou.

Por este motivo, o apologista afirma “Eu fico com a Bíblia Sagrada. Você tem lá toda a escritura divinamente inspirada”.

Ele cita a passagem de 2 Pedro 1:16 que diz, “Porque não vos fizemos saber a virtude e a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo, seguindo fábulas artificialmente compostas; mas nós mesmos vimos a sua majestade Porquanto ele recebeu de Deus Pai honra e glória, quando da magnífica glória lhe foi dirigida a seguinte voz: Este é o meu Filho amado, em quem me tenho comprazido.”

Natanael diz que fato que autentica todo o Evangelho é a ressurreição corporal de Jesus. “Se fosse posto em dúvida a ressurreição corporal de Jesus, se ele realmente não tivesse ressuscitado então poderia ter despertado um movimento de que não vale mais o Cristianismo.”

E cita o que Paulo diz, “se Crsito não ressuscitou é vã a vossa fé.” E acrescenta, “mas a ressurreição de Cristo é tão evidente que não deixa dúvida para nenhuma pessoa levar contra”.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca