The Christian Post > Cristianismo|Qui, 24 Out. 2013 14:24 PM EST

John MacArthur: Movimento Carismático blasfema contra o Espírito Santo; Causa polêmica entre evangélicos

PorHamlet Kim | Repórter do The Christian Post

Recentemente, uma conferência liderada por John MacArthur, da Igreja Grace Community Church, nos Estados Unidos, vem causando um grande furor no meio evangélico.

A conferência “Strange Fire” (Fogo Estranho) foi direcionada a criticar o movimento carismático/pentecostal como herético e uma ofensa ao Espírito Santo.

“Eu estou falando sobre o movimento carismático que oferece a Deus um culto inaceitável, uma adoração distorcida. Ele blasfema contra o Espírito Santo. Ele atribui ao Espírito Santo até mesmo o trabalho de Satanás. As pessoas são apanhadas nisso, elas são enganadas, desviadas”, diz MacArthur em um vídeo promocional da conferência.

A posição de MacArthur é de que os sinais do movimento carismático como sinais miraculosos; dons espirituais, como o dom de línguas; profecias, entre outros, são trabalho de Satanás.

O conhecido pastor Mark Driscoll, que escreveu em seu livro sobre os dons do Espírito Santo, deu um “jeitinho” de aparecer na conferência para oferecer cópias do seu livro e contribuir para o tema. A ação, entretanto, gerou polêmica, à medida em que os organizadores do evento impediram a Driscoll de distribuir seus livros.

Comentando sobre o assunto, Driscoll afirmou que ao falar sobre o movimento pentecostal e carismático, implica em falar sobre a maioria do Cristianismo globalmente.

Curta-nos no Facebook

“Eu acho que não existem generalizações fáceis porque você está lidando com pelo menos dezenas de milhares de pessoas e isso torna difícil de se falar em termos amplos sobre um movimento que é dessa magnitude.”

John MacArthur respondeu aos críticos que apontam que a sua conferência é divisiva e sem amor.

“A verdade, por sua própria natureza é divisiva. É por isso que Jesus disse: ‘Eu vim para trazer a espada.”

E acrescentou: “Falta de amor é deixar as pessoas na escuridão e erro.”

John MacArthur é um cessacionista que defende que Deus edificava a Igreja com dons apenas no primeiro século da Era Cristã.

O brasileiro, editor do Blog Geração que Lamba, Victor Leonardo Barbosa, analisou o evento, afirmando que a conferência é uma amostra do cessacionismo clássico “apimentável de militância.”

“É notável o talento de MacArthur para exposição bíblica; e em muitas áreas têm edificado a igreja. Todavia, em sua crítica à teologia pentecostal/carismática, MacArthur é tudo, menos um expositor. É evidente que sua exegese em textos bíblicos é submissa a um sistema teológico repleto de inferências descabidas e extrabíblicas,” disse ele, segundo o blog Teologia Pentecostal.

Para Victor, a conferência é uma afronta a genuínos irmãos na fé, não somente na ala pentecostal, mas da própria ala continuacionista da teologia reformada como John Piper e Wayne Grudem.

  • Victoria Osteen e seu esposo Joel Osteen, pastor sênior da Igreja Lakewood em Houston, Te...
  • ...
  • Brasileirão 2013: tabela de classificação completa após 1ª rodada...
  • Protestos ocorrem com a aprovação do casamento gay na França....
Não Perca